Economia brasileira alcança no 3º trimestre o melhor resultado em um ano

Marco Antônio Lopes
null

Crédito: Gráfico Ibovespa 28 de outubro de 2019

O mês de setembro marcou a segunda alta mensal consecutiva do desempenho da atividade econômica brasileira em 2019. Na comparação com agosto, houve uma expansão de 0,44%. O resultado foi conhecido nesta quinta-feira, dia 14, por meio do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br). No terceiro trimestre, o índice subiu 0,91% em comparação com o trimestre anterior, considerando os dados dessazonalizados.

É a marca mais forte da economia em um ano. Nesse período, o terceiro trimestre de 2019 só perde para o crescimento conquistado no terceiro trimestre de 2018, com 1,67%.

Levando-se em conta os últimos doze meses, essa conta indica que o crescimento foi de 0,99%.

O IBC-Br é uma das maneiras de mensurar a evolução da atividade econômica do país e orienta o Banco Central nas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. Além do volume de impostos arrecadados, são informações de três setores que formam o IBC-Br, indústria, agropecuária e comércio e serviços.

No comércio, o IBGE mostrou que setembro teve os melhores resultados de vendas no varejo em dez anos. O setor de serviços apresentou o melhor índice positivo para o mês desde 2014 e a indústria teve o melhor setembro em dois anos.

A confirmação dos dados do IBC-Br se dará quando o IBGE apresentar os dados oficiais do governo para o terceiro trimestre, em 3 de dezembro, refletindo, enfim, as boas expectativas do mercado.

LEIA MAIS:

Tesouro Nacional realiza captação de recursos no exterior

Em meio à crise, governo anuncia pacote de reformas

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.