InvestimentosO seu guia do Tesouro DiretoRenda FixaTesouro Direto

É hora de comprar NTN-B longa!

É hora de comprar NTN-B longa!
3.5 de 2 votos

O mês de maio foi um mês difícil para os ativos de risco no Brasil. A greve dos caminhoneiros não trouxe problemas somente pelas concessões feitas pelo governo, para a redução do preço do óleo diesel. A paralização de cerca de 15 dias diminuiu o PIB estimado para 2018 em cerca de R$ 100 bilhões.

Dada uma carga tributária próxima de 40%; a redução de arrecadação será na ordem de R$ 40 bilhões. As concessões à classe somam-se em torno de R$ 15 bilhões. No total, a brincadeira saiu em torno de R$ 55 bilhões para o governo federal, em forma de déficit ou aumento de impostos. E, quem vai arcar com isso? Se você não tem nada a ver com o setor de transportes, a notícia é ruim. Quem vai arcar é VOCÊ, caro leitor amigo!

Déficit maior, significa que o Brasil, com tudo isso, se tornou menos solvente. Sendo menos solvente, os investidores passaram a exigir juros mais altos de longo prazo.

Mas antes de continuar, que tal saber qual o seu estilo de investidor?

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Os juros de curto prazo (1 a 2 anos) subiram, mas não subiram tanto, pois eles ainda estão muito ligados aos juros à vista (Selic e CDI, que hoje estão nos menores patamares da história recente). Já os juros mais longos, por refletirem melhor o risco país, subiram e subiram muito. Veja, por exemplo, o comportamento do juro nominal de 2027. Lembrando que os juros nominais são “Expectativa de taxa selic/CDI para o ano em questão”:

grafico

Contrato futuro de DI 2027.

Bom, vejam que em março de 2018 tivemos a cotação mínima desse contrato, em 9,60% ao ano. De lá para cá só subiu.

E, vejam que interessante: no final do mês de fevereiro, este ser que vos escreve alertou nesta mesma newsletter:

news

Eu, Denys, sabia e tinha a certeza que os juros futuros iriam decolar? Não. Sabia que viria uma piora no cenário econômico? Não. Sabia que iríamos ter uma greve que paralisaria o país por duas semanas? Também não. E, por que indiquei para os investidores saírem dos prefixados? Simplesmente, porque os juros estavam baixos, abaixo das médias, e que uma hora, como sempre, iriam voltar a subir. Nada cai pra sempre; nada sobe pra sempre.

Quando iniciei a minha vida de assessor de investimentos eu aprendi algo marcante: economista não é bom investidor. Quer perder dinheiro? Vá na onda de economistas. Ou eles ficam em cima do muro; ou falam que vai ter volatilidade. Novidade: SEMPRE há volatilidade. E digo isso, mesmo sendo economista e, justamente por isso, conheço as falhas no pensamento.

Sou muito mais estilo de Warren Buffet, maior investidor do mundo: “compre quando está barato; venda quando está caro”. “compre aos sons dos canhões; venda, aos sons dos violinos”. “Seja corajoso quando todo mundo tem medo; e tenha medo quando todo mundo está corajoso”. Em outras palavras: vá contra a manada.

Ir contra a manada é difícil; é entrar em uma jornada de solidão. Ninguém vai lhe apoiar; você vai pensar estar errado, várias vezes, pois ninguém ao seu lado esta lhe seguindo. Mas, é esse o comportamento que distingue o bom investidor do mal investidor. É essa atitude que fará você ganhar dinheiro a longo prazo.

É óbvio que eu não sei QUANDO as taxas irão voltar a cair; realmente não sei. O que eu sei é que os juros futuros subiram muito, e que uma hora voltarão a cair. Nada sobe pra sempre, nada cai pra sempre. Aqui, a paciência impera. Se você comprou e subiu? Espere! Ou compre mais! Ah, e se você é conservador e/ou pode precisar do dinheiro, NÃO COMPRE. Investimento em tesouro longo (prefixado e ipca) são para quem tem tolerância à volatilidade e para quem não tem um prazo determinado de investimento.

Agora, vejamos as cotações do PU de uma B-longa, como o tesouro IPCA 2050:

grafico

Fonte: https://sisweb.tesouro.gov.br/apex/f?p=2031:2:0

Vejam que as taxas de rentabilidade da B50 estão iguais à um ano atrás, época em que o mercado entrou em colapso por causa do Joesley Day. Depois de uma alta de 1% nos retornos anuais, creio que é uma boa hora pra comprar esse papel.

Agora, eu que as taxas não irão subir mais e que daqui pra frente é só alegria? Obviamente não! É possível o cenário se deteriorar ainda mais, fazendo com que num primeiro momento, o PU desses papéis venha a se desvalorizar. E, se isso ocorrer, o que fazer? Esperar, ou comprar mais.

Precisa de ajuda pra fazer isso? Entre em contato! Será um grande prazer poder lhe auxiliar a investir melhor.

denys.wiese@euqueroinvestir.com

whatsapp: 47-9-9625-8612

A minha equipe de assessores XP e eu, estamos iniciando um canal no youtube chamado “De olho no mercado”. A partir da próxima newsletter, o nome dessa new deixará de ser “O seu guia de tesouro direto” e passará a se chamar “De olho no Mercado”, tudo bem? Se ninguém se manifestar, entenderei que todos concordaram ?

Para acessar ao canal e se inscrever, acesse: https://www.youtube.com/channel/UCEuQDpm5afmLMa4IbYXKwIg

Grande abraço!

 

Denys Wiese

Denys Wiese, bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e bacharel em Administração de Empresas pela Universidade Estadual de Santa Catarina (ESAG-UDESC) iniciou suas atividades profissionais no mercado financeiro em 2009 como operador de bolsa de valores. Já atuou como operador, assessor, professor e escritor, sempre em atividades ligadas às finanças. Entre 2014 e 2017, atuou também com consultoria tributária. Hoje é sócio fundador do site EuQueroInvestir, assessor de Investimentos da XP Investimentos (pelo AAI Indice Investimentos). Atua no segmento de alta renda, no aconselhamento e assessoramento em investimentos no mercado financeiro.
Contato: denys.wiese@euqueroinvestir.com

Artigos Relacionados

Close