Duratex (DTEX3) registra alta de 117,6% no lucro do 1TRI20, para R$ 51,9 mi

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Duratex

A Duratex (DTEX3) registrou um lucro líquido de R$ 51,9 milhões no primeiro trimestre, o que representa um salto de 117,6% sobre o resultado do mesmo período de 2019.

O desempenho foi puxado pelos impactos positivos na variação do ativo biológico, devido a apuração de inventário da floresta localizada em Minas Gerais, da melhora dos resultados da Divisão Madeira e consolidação dos resultados da Cecrisa.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 266,3 milhões, um avanço de 16,4%.

A margem Ebtida ficou em 22,9%, alta de 1,6 ponto percentual.

O resultado financeiro foi uma despesa R$ 43,2 milhões no período, uma elevação de 51,7%.

A companhia explica que a alta Esta alta se deu devido ao crescimento do endividamento bruto, dada a consolidação da dívida da Cecrisa e do foco da companhia em aumentar sua liquidez financeira em meio à crise econômica advinda do novo coronavírus.

Receita cresce mais de 8%

A receita líquida totalizou R$ 1,161 bilhão no período, uma elevação de 8,3%.

A Duratex atribui o desempenho principalmente aos resultados da Cecrisa, ressaltando a captura de sinergias da divisão de revestimentos cerâmicos.

O lucro bruto somou R$ 388,2 milhões, um aumento de 37,9%. Já a margem bruta atingiu 33,4%, alta de 7,2 pontos percentuais.

Segundo a companhia, a melhora do resultado foi motivada principalmente pela variação positiva do ativo biológico, devido a apuração de inventário da floresta localizada em Minas Gerais, e menor depreciação e exaustão advinda da recente reestruturação de ativos realizada.

As despesas somaram R$ 53,2 milhões, um aumento de 14%.

Investimentos

A Duratex investiu R$ 96,1 milhões no primeiro trimestre de 2020.

Os aportes foram destinados para ativos imobilizados e intangíveis e para formação de ativo biológico.

Dívida

A dívida líquida da Duratex encerrou março em R$ 2,059 bilhões, que da de 2,4%.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida, ficou em 2,21 vezes no final de março, mantendo-se praticamente estável em relação ao mesmo período de 2019.

Covid-19

No mês passado, a Duratex captou R$ 760 milhões para capital de giro com prazos de vencimentos de 1 ano.

A iniciativa visa fortalecer a posição de caixa da companhia para enfrentamento dos impactos econômicos do vírus.