Dotz, empresa de fidelidade, protocola pedido de IPO

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

A Dotz, empresa de fidelidade, protocolou pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla inglês), conforme prospecto preliminar divulgado nesta segunda-feira (22).

A oferta contará com tranche primária e secundária de ações.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Conforme o prospecto, os recursos levantados na oferta primária serão destinados para investimentos em tecnologia na Plataforma Dotz; expansão dos já existentes negócios de fidelização, fintech e marketplace; fusões e aquisições; e desenvolvimento de negócios.

O acionista vendedor é o fundo Ascet I.

O BTG Pactual, Itaú BBA, UBS BB e Credit Suisse serão os coordenadores da oferta.

Conheça a Dotz

A companhia foi fundada há mais de 20 anos e possui 48 milhões de membros. Dotz é um programa de fidelidade que permite acumular pontos para serem trocados por serviços e produtos.

Parceiros da Dotz, como varejistas e bancos que usam a plataforma de inteligência digital Dotz para adquirir novos clientes a custos baixos, fidelizar os clientes atuais, aumentar vendas, ticket médio, frequência, lucratividade e reduzir o churn, por exemplo. Para os bancos, além de leads qualificados, e nossa moeda de fidelização, desenvolvemos soluções tecnológicas baseadas em nosso data lake que buscam aumentar a rentabilidade dos parceiros com redução de custos, perdas e inadimplência.

Lucratividade

A receita líquida atingiu R$ 111 milhões em 2020, contra R$ 127,2 milhões de 2019.

O Ebitda ajustado somou R$ 12,1 milhões no ano passado, ante R$ 19,5 milhões de 2019.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo