Doria derruba medida que permitia funcionamento de escritórios de advocacia

Daniele Andrade
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós-graduada em Mídias Digitais. Atualmente cursa bacharel em História. Gosta de produzir reportagens sobre política tanto nacional quanto internacional, economia e tecnologia.
1

Crédito: Reprodução Valter Campanato/Agência Brasil

O governo do estado de São Paulo, de João Doria decidiu cancelar a medida que permitia o funcionamento de escritórios, tanto de advocacia quanto de contabilidade. A medida foi cancelada no sábado a tarde (04). Após a notificação do cancelamento os escritórios só poderão trabalhar de forma virtual. Com atendimento remoto aos clientes, segundo informações da Agência Brasil.

Em nota divulgada pela assessoria de imprensa, o governo de São Paulo anunciou: “O governo de São Paulo cancelou na tarde deste sábado (04) a medida que permitia o funcionamento de escritórios de advocacia e de contabilidade em todo o estado. Os escritórios poderão funcionar virtualmente, mantendo o atendimento remoto aos seus clientes”.

No Diário Oficial, divulgado no sábado (04) pela manhã, havia sido publicado uma deliberação. Pelo Comitê Administrativo Extraordinário Covid-19, do Governo do Estado. Em que, liberava o funcionamento dos escritórios, com atendimento feito de forma presencial. Mas, o governo Doria voltou atrás na decisão.