Dommo Energia (DMMO3) registra crescimento de 8,7 vezes no prejuízo no 1TRI

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/LinkedIn

A Dommo Energia (DMMO3), em recuperação judicial, reportou seus resultados do primeiro trimestre de 2020, nesta terça-feira (23).

O prejuízo foi R$ 397,5 milhões, um crescimento de 8,7 vezes no prejuízo em comparação com igual período de 2019.

Conforme a empresa, o resultado foi impactado principalmente pela variação cambial, impairment, workover e queda da cotação do barril de petróleo.

Tome decisões assertivas com base em balanços e dados de mercado. Baixe agora a Planilha de Ativos de empresas listadas na Bolsa.

O volume produzido de 431,1 mil barris de petróleo no período apresentou declínio de 19,1%.

De acordo com a Dommo, a queda é decorrente da interrupção programada temporária de 15 dias na produção, durante o mês de fevereiro.

  • Clique aqui e inscreva-se gratuitamente para acompanhar a MoneyWeek!

O custo do produto vendido (CPV) somou R$ 146,6 milhões, um aumento de 48,1% no período.

Aprenda hoje a investir em Small Caps e encontre as oportunidades escondidas na Bolsa.

Ebtida da Dommo foi negativo

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado foi negativo R$ 42,1 milhões, revertendo o Ebtida positivo em R$ 14,1 milhões.

A margem Ebtida ajustado atingiu -39,7%, ante 14,1% no primeiro trimestre de 2019.

Segundo a Dommo, o desempenho foi afetado pela reconciliação de R$ 121,9 milhões referente a PIS e Cofins sobre resultado financeiro; R$ 38,1 milhões de impairment; R$ 37,3 milhões de workover 7-TBMT-2HP e R$ 21,8 milhões de provisão de marcação a mercado do estoque.

Receita cai 7,3%

A receita líquida totalizou R$ 106,1 milhões, uma redução de 7,3% em relação ao mesmo período de 2019.

Conforme a Dommo, a receita foi fortemente impactada pela forte retração das cotações do Brent, que registrou máxima de US$ 68,91 por barril em janeiro e encerrou março em US$ 22,74 por barril.

O resultado bruto recuou 363,3% no trimestre, somando um prejuízo de R$ 40,5 milhões.

Enquanto a margem bruta foi negativa em 38,2%, baixa de 52 pontos percentuais.

CAPEX

A Dommo informou que são previstos investimentos relacionados a aquisição de três bombas centrífugas submersas, equipamentos de completação, serviços offshore, serviços para os poços e todo equipamento submarino incluindo linhas e umbilicais de até US$ 60,0 milhões nessa etapa, dos quais US$ 48,0 milhões já foram contratados até o final do 1T20.

Desse montante contratado, a Companhia já desembolsou US$ 26,3 milhões até o final do trimestre.