Dólar sobe 0,64% repercutindo preocupação com Evergrande e risco fiscal

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Crédito: Reprodução/ Pixabay

O dólar fechou em alta de 0,64%, a R$ 5,3438, nesta sexta-feira (24), repercutindo a cautela dos investidores sobre Evergrande, inflação e risco fiscal.

A sessão de hoje foi marcada pelo retorno das preocupações sobre a crise da Evergrande, após a empresa não honrar o pagamento de juros aos credores ontem, e novas sinalizações de dirigentes do Fed de que o “tapering” virá mesmo em novembro.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

No mercado doméstico, o dólar subiu embalada pelas preocupações com a inflação, que chegou aos dois dígitos em 12 meses, e com o risco fiscal, após declarações do relator da reforma do IR no Senado, Angelo Coronel, sugerindo que a votação fique para o próximo ano.

Na mínima, a moeda americana marcou R$ 5,2573 e, na máxima, R$ 5,3121.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo

  • segunda-feira (20): +0,93% a R$ 5,3312
  • terça-feira (21): -0,84% a R$ 5,2863
  • quarta-feira (22): +0,34% a R$ 5,3041
  • quinta-feira (23): +0,10% a R$ 5,3096
  • sexta-feira (24): +0,64% a R$ 5,3438
  • semana: +1,17%