Dólar hoje: moeda fecha em alta de 1,12%, cotada a R$ 5,21

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O dólar fechou em alta de 1,12% nesta sexta-feira (31), cotado a R$ 5,2170. Na quinta, o dólar encerrou o dia com baixa de 0,26%.

Com os ganhos de hoje, o dólar fechou o mês de julho com valorização de 4%.

De acordo com o Bom Dia Mercado, a alta do dólar foi impulsionada por alguns fatores, como a indefinição do novo pacote fiscal nos EUA, a elevação dos casos de coronavírus, incertezas sobre a economia, tensões com a China e as pesquisas desfavoráveis para a reeleição de Trump.

Conheça os Fundos Imobiliários para investir em Outubro

Conforme a Reuters, o Senado norte-americano adiou para segunda-feira a discussão sobre a extensão do auxílio-desemprego nos Estados Unidos.

Em indicadores nacionais, o IBGE divulgou hoje que o índice de preços ao produtor teve variação mensal de 0,61% em junho, abaixo da leitura do mês passado de 1,22%. A variação anual é de 3,94%, ante 4,60% de maio.

Veja o comportamento do dólar em julho:

DataFechamentoMínimaMáximaVariação (%)
31 de julho5,21705,15505,2263+1,12%
30 de julho5,15925,14425,2156-0,26%
29 de julho5,17295,11505,1844+0,30%
28 de julho5,15725,13535,2036-0,02%
27 de julho5,15805,15155,2332-0,92%
24 de julho5,20395,16005,2526-0,20%
23 de julho5,21385,11925,2262+1,92%
22 de julho5,11575,08405,2021-1,83%
21 de julho5,21135,15525,3096-2,44%
20 de julho5,34175,32805,3893-0,72%
17 de julho5,38055,31625,3903+1,02%
16 de julho5,32615,30775,3910-1,10%
15 de julho5,38455,29435,3825+0,70%
14 de julho5,34905,33155,4532-0,73%
13 de julho5,38855,31165,3821+1,25%
10 de julho5,32185,31305,3939-0,31%
09 de julho5,33835,24605,3787-0,21%
08 de julho5,34965,31905,3932+0,63%
07 de julho5,38345,29015,3998+0,59%
06 de julho5,35185,26425,3564+0,61%
03 de julho5,31915,30665,3791-0,53%
02 de julho5,34715,26645,3650+0,56%
01 de julho5,31025,29855,4763-2,37%

Exterior

A baixa veio depois da divulgação do Índice de Sentimento do Consumidor da Universidade de Michigan, que retrocedeu dos 78,1 pontos de junho para 72,5 em julho.

Confira principais Ações para investir em Outubro

O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro teve queda de 12,1% no segundo trimestre. O resultado veio ligeiramente pior do que o projetado pelo mercado, que era de recuo de 11,2%.

A informação foi divulgada nesta sexta-feira (31) pelo Eurostat, escritório oficial de estatísticas da União Europeia.

Na União Europeia, o recuo do PIB foi de 11,9%. Tanto na zona do euro quanto na União Europeia, os resultados foram os piores já registrados na série histórica, que teve início em 1995.

Na comparação com o segundo trimestre do ano passado, a queda foi de 15% na zona do euro. A expectativa era por queda de 13,9%. Na União Europeia, o tombo foi de 14,4%.

Conheça nossa Planilha de Projeção de Rentabilidade

Lucro das gigantes da tecnologia

O lucro das gigantes de tecnologia anunciados ontem, aumentou. Ao contrário de todos os demais setores, estas empresas têm sido impactadas positivamente durante a pandemia.

A Apple anunciou crescimento de 12% no trimestre, com lucro líquido de US$ 11,25 bilhões. Já a Amazon dobrou o lucro no segundo trimestre, chegando a US$ 5,24 bilhões.

O Facebook registrou lucro líquido de US$ 5,18 bilhões, uma alta de 98% na comparação com igual período do ano passado.

Enquanto a Nokia aumentou seu lucro líquido em 22%, para 316 milhões de euros.

(Com Wisir Research)