Dólar hoje: moeda avança 1,21% e fecha cotada a R$ 5,48

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O dólar fechou em alta de 1,12% nesta segunda-feira (31), cotado a R$ 5,4806. Na sexta-feira (28), o dólar encerrou o dia em queda de 1,92%, cotado a R$ 5,4152.

A alta de hoje reflete a preocupação dos investidores com o quadro fiscal do país.

O projeto de lei orçamentária para 2021 (PLOA), divulgado esta tarde pelo Ministério da Economia, reiterou o compromisso com o teto de gastos, mas isso não foi suficiente para acalmar os animos, visto que a pressão vem do Planalto

Monitore completamente sua Carteira

Amanhã também será divulgado o Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre, que engloba o pior período da crise do coronavírus no país. No primeiro trimestre, a queda foi de 1,5%.

Veja o comportamento do dólar em Agosto 2020:

DataFechamentoMínimaMáximaVariação (%)
28 de agostoR$ 5,4152R$ 5,4022R$ 5,5702-1,92%
27 de agostoR$ 5,5778R$ 5,5452R$ 5,6210-0,66%
26 de agostoR$ 5,6150R$ 5,5132R$ 5,6323+1,59%
25 de agostoR$ 5,6066R$ 5,5142R$ 5,6126-1,16%
24 de agostoR$ 5,5918R$ 5,5766R$ 5,6120-0,26%
21 de agostoR$ 5,6066R$ 5,5554R$ 5,6323+0,98%
20 de agostoR$ 5,5522R$ 5,5441R$ 5,6722+0,43%
19 de agostoR$ 5,5302R$ 5,4353R$ 5,5370+1,16%
18 de agostoR$ 5,4666R$ 5,5158R$ 5,4215-0,55%
17 de agostoR$ 5,4971R$ 5,4112R$ 5,5134+1,30%
14 de agostoR$ 5,4643R$ 5,3587R$ 5,4406+1,10%
13 de agostoR$ 5,3677R$ 5,3552R$ 5,4220-1,53%
12 de agostoR$ 5,4512R$ 5,4007R$ 5,4918+0,66%
11 de agostoR$ 5,4156R$ 5,3723R$ 5,4820-0,93%
10 de agostoR$ 5,4643R$ 5,3538R$ 5,4693+0,94%
07 de agostoR$ 5,4143R$ 5,3408R$ 5,4381+1,33%
06 de agostoR$ 5,3432R$ 5,3226R$ 5,3714+0,95%
05 de agostoR$ 5,2926R$ 5,2330R$ 5,3196+0,14%
04 de agostoR$ 5,2857R$ 5,2822R$ 5,3762-0,53%
03 de agostoR$ 5,3140R$ 5,2115R$ 5,3364+1,86

Brasil

Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central, trouxe a nona melhora consecutiva na projeção para o PIB deste ano: de queda de 5,46% na semana passada para queda de 5,28% esta semana. Há quatro semanas, a leitura era de queda de 5,66%.

Aumento também para a inflação, com expectativa para o IPCA indo 1,71% para 1,77%. É o terceiro aumento consecutivo.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Índice de Confiança Empresarial (ICE), da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE), subiu 7 pontos em agosto, chegando a 94,5 pontos. Com isto, ele recupera 96% das perdas ocorridas no bimestre março-abril. Indústria e Comércio são destaques. Construção e principalmente Serviços têm recuperação mais lenta.

Exterior

A atividade econômica da China continua avançando. O índice de atividade dos gerentes de compras (PMI) da indústria de agosto foi de 51,0, ante 51,1 em julho.

Já as tensões entre a China e os EUA se agravaram depois que a China impôs novas restrições às exportações de Inteligência Artificial que poderiam complicar ainda mais a venda das operações da TikTok nos Estados Unidos.

Na Ásia, só o Japão registra alta, com a notícia de que a Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, comprou participações em cinco importantes empresas de comércio japonesas. O negócio é visto como uma aposta de longo prazo na economia global.

Enquanto isso, ainda não se sabe quem substituirá o primeiro-ministro Shinzo Abe, que pediu afastamento por motivo de saúde.

(Com Wisir)