Dividendos: O que são e como funcionam os pagamentos

Natalia Gómez
Editora, é jornalista especializada no mercado de investimentos há 17 anos. Formada pela PUC-SP, teve experiências em veículos como Agência Estado, Valor Econômico e Revista Você SA; e na área de comunicação corporativa e relações públicas para instituições financeiras.
1

Quando uma empresa de capital aberto vai bem, o acionista ganha com a valorização da ação na bolsa de valores, mas existe ainda outra maneira de lucro para os investidores: o recebimento de dividendos.

Entenda o que são dividendos e como funcionam os pagamentos:

Dividendos são uma parte do lucro

Dividendos são uma parcela do lucro de uma companhia que são distribuídos entre os acionistas. A maioria das empresas paga 25% do lucro do exercício como dividendo obrigatório.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Os detalhes sobre a política de distribuição são descritos no Estatuto Social de cada companhia.

Vale destacar que a distribuição é feita de acordo com o número de ações que o investidor possui. Quanto maior a quantidade de ações, maior a parcela dos dividendos a ser recebida.

Existem pessoas que conseguem viver dos dividendos que recebem.

No entanto, vale lembrar que surpresas podem ocorrer. Por exemplo, quando uma crise muito grave ocorre – como a do coronavírus – as empresas podem revisar suas políticas para proteger seu caixa, suspendendo ou adiando o pagamento.

Como funcionam os dividendos

Antes de mais nada, a distribuição de dividendos de uma empresa deve ser aprovada pelo conselho de administração.

Depois da aprovação, a empresa informa o mercado por meio de um anúncio na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A área de relações com investidores da empresa também anuncia a informação por meio de seus canais de comunicação com os investidores.

O anúncio detalha o valor e a data do pagamento, que posteriormente é creditado nas contas dos acionistas.

Fator de atração de investidores

Empresas que são boas pagadoras costumam atrair investidores de longo prazo. Isso porque eles sabem que podem contar com um ganho adicional ao investir na empresa.

Antes de investir em uma empresa, os especialistas recomendam que você analise o histórico de pagamentos. Desta forma, você pode avaliar o que esperar em relação a este ganho.

Empresas do setor elétrico e instituições financeiras costumam ter um histório generoso de pagamento. Isso porque têm estruturas sólidas e com bons níveis de geração de caixa.

Para medir a capacidade da empresa de pagar dividendos, existe o índice de cobertura de dividendos. Ele mede a relação entre o lucro líquido de uma empresa e os dividendos pagos.

Tenha em mãos

Quando você se torna acionista de uma empresa, é importante conhecer alguns dados que serão úteis na hora de receber seus pagamentos. Um deles é a data de registro, que é a data que a empresa usa para determinar quem são os seus acionistas.

A data da declaração é a data em que o conselho de administração anuncia que vai distribuir os dividendos.

A data ex-dividendo é aquela que marca o momento em que novos acionistas não têm direito a receber o dividendo declarado. Em geral, a data-ex é dois dias antes da data de registro.