Dívida pública federal cresce 2,05% em novembro e chega a R$ 4,2 trilhões

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: Reprodução/Internet

O Tesouro Nacional divulgou nesta sexta-feira (20) os últimos dados sobre a dívida pública federal (DPF). Segundo o relatório, houve um crescimento de 2,05% no mês de novembro, elevando o total da dívida para R$ 4,205 trilhões.

A dívida pública mobiliária federal interna também avançou no período, chegando a R$ 4,034 trilhões, com aumento de 1,71%.

Parte do aumento da dívida pode ser explicado porque, em novembro, houve mais emissões do que resgates, com saldo de R$ 41,81 bilhões.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

A Dívida Pública Externa também teve alta, encerrando novembro em R$ 171,51 bilhões – percentual de elevação de 10,86% em relação a outubro.

A previsão é que a DPF feche 2019 entre R$ 4,1 e R$ 4,3 trilhões, conforme divulgado em janeiro no Plano Anual de Financiamento da dívida pública.