Diretora da Opas faz apelo aos países para evitar cenário pior na pandemia

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Carina Etienne, diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), fez um apelo aos países de olho no aumento dos casos de Covid-19: Não relaxem.

Em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira (13), a executiva avisou que, caso a população diminua os cuidados, o cenário em 2021 pode ser ainda pior do que o do ano passado, em que a pandemia apareceu.

Para Etienne, não há como, mesmo com o início da vacinação, abrir mãos dos cuidados essenciais para evitar a propagação do vírus.

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

A diretora da Opas reforçou a importância e a necessidade de manter as recomendações da OMS sobre medidas de segurança.

Entre elas, foram destacadas o uso de máscaras, a higiene das mãos e o distanciamento social.

Opas e as vacinas

Segundo a diretora da Opas, a iniciativa Covax já tem comprometidas para este ano 2 bilhões de doses da vacina contra a Covid-19.

O destino do lote é para países da região das Américas, mas o calendário aponta que as doses só chegarão durante o segundo semestre do ano.

Segundo a Opas, também é necessário manter a atenção com as novas cepas da Covid-19, mais perigosas e contagiosas, que apareceram em regiões da África do Sul e do Reino Unido.

Ettiene afirmou que a nova e perigosa variante da Covid-19, detectada inicialmente no Reino Unido, já foi localizada em seis países das Américas, inclusive no Brasil.