Direcional (DIRR3): vendas líquidas no 2TRI atingem recorde histórico

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação/ Direcional

A Direcional (DIRR3) divulgou nesta terça-feira (29) um recorde histórico de vendas líquidas no segundo trimestre de 2020.

As vendas líquidas da construtora somaram R$ 401 milhões no período.

No semestre, acumulou R$ 699 milhões em vendas líquidas, volume 12% maior do que o mesmo período de 2019.

A Direcional encerrou o segundo trimestre somando R$ 80 milhões em Geração de Caixa, representando 6% do Patrimônio Líquido.

No acumulado do ano, a Geração de Caixa totalizou R$ 69 milhões.

Cresce velocidade de vendas

A velocidade de vendas líquidas, medida pelo indicador VSO (Vendas Líquidas sobre Oferta), atingiu índice de 16% no consolidado, aumento de 2 pontos percentuais.

Enquanto a VSO do segmento MCMV, alcançou 17%, alta de 1 ponto percentual em relação ao mesmo período de 2019.

Lançamentos

A Direcional lançou 06 empreendimentos que totalizaram VGV de R$ 351 milhões, representando crescimento de 151%.

No semestre, os lançamentos atingiram R$ 491 milhões, declínio de 49% na comparação com igual período do ano anterior.

Tenda mercado imobiliário

Estoques e terrenos

A Direcional encerrou o junho de 2020 com 11.649 unidades em estoque, totalizando VGV de R$ 2,2 bilhões.

De acordo com a Direcional, foram adquiridos onze terrenos voltados ao segmento MCMV 2 e 3 e MAC, com potencial de construção de 2 mil unidades e VGV de R$416 milhões.

O custo médio de aquisição foi equivalente a 12% do VGV potencial, sendo que 63% do pagamento se dará via permuta, sem impacto no caixa da companhia no curto prazo.

Já no acumulado de 2020, as aquisições de terrenos totalizaram VGV potencial de R$ 1,6 bilhão, com custo médio de 14% sobre o VGV, sendo 79% destes com pagamento via permuta.

Dessa forma, a Direcional encerrou o segundo trimestre com banco de terrenos somando um potencial de desenvolvimento de 136.729 unidades e VGV de R$ 23 bilhões.

Os terrenos destinados ao segmento MCMV 2 e 3,totalizaram VGV potencial de R$ 18 bilhões, e 122.568 unidades.

Enquanto isso, os terrenos voltados para o segmento MAC, somaram R$ 4 bilhões em VGV potencial.

Cancelamento IPO da Riva 9

O IPO (Oferta Pública de Ações) da Riva 9 que estava previsto para ocorrer nesta quinta-feira (30) será cancelado. O anúncio foi feito pela Direcional Engenharia (DIRR3) nesta terça-feira (28).

A Direcional citou “condições de mercado” para cancelar o IPO de sua controlada. O pedido de IPO havia sido feito pela Direcional em 4 de março deste ano.

Mas, segundo a empresa, a turbulência dos mercados provocada pela pandemia de Covid-19 impossibilitará a abertura da Riva 9 para o mercado. No entanto, a empresa não detalhou os motivos que levaram à nova decisão.

Perto das 14h, as ações da Direcional registravam queda de 7,84%, cotadas a R$ 14,93.

A proposta de IPO representava uma cisão dos negócios da Direcional. A empresa ficaria concentrada nos segmentos de média e baixa renda, com atuação no Minha Casa, Minha Vida. Assim, a Riva 9 se dedicaria mais ao mercado de média renda.