Direcional (DIRR3) tem alta de 31% no lucro no 2TRI20

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação/ Direcional

A Direcional (DIRR3) registrou um lucro líquido de R$ 34 milhões no segundo trimestre de 2020, um desempenho 31% superior na comparação com igual período do ano passado.

A Direcional registrou o melhor trimestre em vendas líquidas, totalizando R$ 401 milhões.

O ROE atingiu 11% no segundo trimestre deste ano.

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 1,3 milhões, uma redução de 87% sobre as perdas financeiras em igual período do ano passado.

A Direcional encerrou o trimestre somando R$ 80 milhões em Geração de Caixa, representando 6% do Patrimônio Líquido da Direcional.

O que você verá neste artigo:

Ebitda cresce

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 70,1 milhões, uma elevação de 19,8%.

A margem Ebtida ajustado atingiu 17,2%, alta de 1,5 pontos percentuais.

De acordo com a Direcional, a melhora do Ebitda deveu-se, principalmente, pelo aumento significativo do lucro Bruto, gerando uma maior diluição das despesas operacionais.

Receita

A receita líquida atingiu R$ 408 milhões no período, um crescimento de 40% na comparação anual.

O lucro bruto totalizou R$ 132,1 milhões, alta de 5,8%.

A margem bruta ficou em 32,4%, baixa de 1 p.p.

Conforme a Direcional, o desempenho foi afetado pela provisão não recorrente para perdas em projetos de empreitadas no valor de aproximadamente R$ 5 milhões; distratos de unidades do segmento MAC relativas ao último ciclo de conclusão de obras deste segmento, cujos projetos foram comercializados no modelo de repasse após a conclusão e descontos pontuais em imóveis concluídos, visando geração de caixa durante a pandemia.

Estoque

A empresa terminou o segundo trimestre com estoque avaliado em R$ 2,235 bilhões.

O banco de terrenos totalizou R$ 23,227 bilhões no trimestre.

A Direcional lançou 06 empreendimentos/etapas que totalizaram VGV de R$ 351 milhões, crescimento de 151% em relação ao trimestre anterior.

A velocidade de vendas líquidas do período, medida pelo indicador VSO (Vendas Líquidas sobre Oferta), atingiu índice de 16%.

Dívida da Direcional

A dívida líquida da Direcional encerrou o segundo trimestre em R$ 32,9 milhões.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / patrimônio líquido, ficou em 2,3% no final do trimestre.

Um ano antes a alavancagem financeira era de 7,6%.