Dimed (PNVL3, PNVL4), Lavvi (LAVV3) e Wilson Sons (WSON33) informam mudanças acionárias

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação Dimed

A Dimed (PNVL3, PNVL4) informou que Truxt ultrapassou o patamar de 5,21% das ações ordinárias da companhia.

A Dimed registrou um lucro líquido de R$ 7,1 milhões no segundo trimestre de 2020. No mesmo período do ano anterior, a companhia havia registrado lucro de R$ 19,5 milhões, uma queda de 63,5%.

No acumulado do semestre, a companhia acumulou lucro de R$ 23,5 milhões.

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 19,26 milhões no período. No mesmo período do ano anterior, o Ebitda da Dimed foi de R$ 27,85 milhões.

Lavvi (LAVV3): Morgan Stanley aumenta participação para 5%

O Morgan Stanley aumentou sua participação na Lavvi para nível superior a 5% do total das ações ordinárias emitidas.

Wilson Sons (WSON33): Aberdeen reduz posiçao acionária para 4,85%

A Aberdeen reduziu sua participação na Wilson Sons de 5% para 4,85% do capital social da companhia.

A Wilson Sons informou ainda que seu capital social é composto por 71,5 milhões de ações ordinárias, das quais 30,1 milhões, encontra-se em negociação através de BDRs.

A WilsonSons é o maior operador integrado de logística portuária e marítima do Brasil. Com mais de 180 anos de experiência.