Aprenda o que é arbitragem

Humberto Maurício Pennacchia
null

Crédito: Reprodução / Pixabay

Entender o significado da palavra arbitragem dentro de um contexto econômico pode parecer algo bem complexo para as pessoas que não têm familiaridade com o economês. Nesta matéria, vamos explicar o que significa arbitragem de uma maneira simples e fácil para a sua perfeita compreensão.

O que é arbitragem?

Arbitragem nada mais é do que a compra  de um determinado bem ou ativo em algum mercado com o objetivo de revendê-lo posteriormente em outro mercado, lucrando assim com a diferença de preços entre um negócio e outro.

Com quais ativos o investidor pode realizar arbitragem?

a) Moedas estrangeiras

b) Aluguel de ativos

c) Opções

d) Derivativos

Ficou mais fácil agora sua compreensão sobre o que seja arbitragem? Se sua resposta for não, tranquilize-se, vamos dar um exemplo bem prático para o seu perfeito entendimento.

Exemplo prático, envolvendo a negociação de um ativo em duas praças diferentes:

Vamos imaginar que você  comprou uma ação da empresa Y na Bovespa pagando R$ 10,00, se a mesma ação estiver sendo negociada na bolsa americana a um valor de US$ 15,00, o investidor vai vender o seu ativo na bolsa americana, embolsando a diferença de preços.

Diante dessa explicação, podemos entender que arbitragem é uma operação de compra de ativos em um determinado mercado ou praça de negócios com o objetivo de vendê-los em outro mercado ou praça,  com preços mais elevados em relação ao que foram adquiridos.

Como funciona a correlação de preços na arbitragem em mercados diferentes?

Geralmente essas diferenças de preços entre um mercado e outro tendem a ser passageiras, já que os investidores ou negociadores percebem rapidamente a diferença nos preços e então, começam a comprar no mercado que está mais barato e vendem no que está mais caro. Isso gera um aumento de preços pelo incremento da procura e a uma diminuição do preço em outro mercado pelo excesso de oferta.