Empresas devem ter melhora nos resultados no 1º tri, apesar da pandemia; veja mais notícias

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

As companhias listadas em Bolsa devem mostrar bons resultados no primeiro trimestre deste ano, apesar da adoção de medidas mais rigorosas de isolamento social a partir de março, devido à piora da pandemia, de acordo com reportagem do Valor.

Conforme analistas, os grandes destaques serão as empresas dos setores de commodities, favorecidas pelos preços elevados das matérias-primas e pelo câmbio desvalorizado.

Indústria de aves e suínos pretende repassar custos

A indústria de aves e suínos busca espaço para reajustar preços no varejo, espremida entre a forte alta de custos e a queda do poder aquisitivo do consumidor, segundo reportagem do Valor.

A expectativa é que novos aumentos possam ocorrer com a volta do auxílio emergencial. Nos supermercados, a carne de porco registrou alta de 26,6% em 12 meses até março, enquanto o frango inteiro subiu 14,4%, segundo o IPCA.

MP de jornada de trabalho sai esta semana

A proposta que permitirá a redução de jornada e salário ou a suspensão do contrato de trabalho por até 120 dias deve sair esta semana.

O prazo poderá ser prorrogado por decreto do governo, conforme informou o jornal O Globo.

Bolsonaro mobiliza base e planeja sua defesa em CPI

Enquanto presidente defende Pazuello e métodos alvo da comissão, Planalto aciona ministérios para reunir informações e rebater focos de apuração, segundo reportagem da Folha de S. Paulo.

Vacinação segue muito abaixo do necessário

No atual cenário de descontrole da pandemia de Covid-19, 12 Estados brasileiros e o Distrito Federal têm de vacinar mais de 40% de suas populações com a primeira e a segunda doses para controlar a pandemia, de acordo com o Valor.

Só então haverá queda sustentada no número de casos da doença, segundo estudo do Grupo Ação Covid-19.

Atualização Covid-19

O Brasil teve 1.305 óbitos confirmados por covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas a 390.797. Os novos casos positivados foram 32.572, de um total de 14.340.787 milhões.