Prêmio de LFT tem pouco impacto na dívida, diz Tesouro; veja mais

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Flicker

O Tesouro Nacional afirma que o prêmio de Letra Financeira do Tesouro (LFT) “tem impacto pouco relevante” sob a ótica do custo da dívida pública, informa o Valor.

Isto aconteceria porque o prêmio só será utilizado como referência em novas emissões, e porque o custo total para o Tesouro permanece no menor nível da série histórica.

Com Selic em seu piso histórico e as preocupações com o teto de gastos, os papéis do governo têm sido pouco procurado pelos investidores.

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

Oi (OIBR3; OIBR4) próxima de reduzir dívida com Anatel

A Oi e a Advocacia Geral da União (AGU) estão próximas de fechar acordo para reduzir pela metade a dívida pública de R$ 13 bilhões que a operadora tem com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). De acordo com o Estadão, AGU e Ministério das Comunicações já sinalizaram positivamente sobre o acordo.

Entenda o que acontece com a Oi.

Petrobras (PETR3 PETR4) adia oferta de ações da BR Distribuidora (BRDT3)

Com o novo avanço do coronavírus na Europa e o escândalo do envolvimento de grandes bancos em movimentações fraudulentas derrubou as bolsas de valores no mundo todo e fez com que a Petrobras adiasse a venda das ações que ainda detém da BR Distribuidora (37,5% do capital da empresa). Segundo o Valor, ela vai aguardar um melhor momento para concretizar a venda.

STF tem 3 votos contra venda das refinarias da Petrobras (PETR3; PETR4)

O Supremo Tribunal Federal (STF) já conta com três votos para impedir que a Petrobras possa vender de imediato suas refinarias. Votaram contra Marco Aurélio Mello, Edson Fachin e Ricardo Lewandowski. Oito ministros ainda devem votar até sexta-feira (25).

No entender da Mesa do Senado, o governo está tentando fazer uma manobra para privatizar as empresas públicas.

IPO do Grupo Mateus pode superar R$ 6 bi

A rede de supermercados Grupo Mateus deve arrecadar até R$ 6,2 bilhões em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). As ações devem ser precificadas na faixa indicativa de preço de R$ 8,97 a R$ 11,66.

O montante considera a colocação dos 339.147.287 papéis da oferta primária, cujos recursos vão para o caixa da companhia, e os 58.139.535 de da venda secundária, de ações dos atuais acionistas.

Acesso Digital recebe aporte de R$ 580 milhões

A Acesso Digital, startup de serviços de proteção de identidade digital, recebeu um aporte de R$ 580 milhões, liderado pelos fundos General Atlantic e SoftBank, segundo o Estadão.

Agfintech aproximam mercado do agronegócio

Depois das fintechs, agora ganham espaço as agfintechs, startups focadas em aproximar o mercado do agronegócio, setor mais dinâmico da economia no país. As novas empresas oferecem crédito, análise de risco e captação de recursos, de olho no financiamento do setor sem necessidade de dinheiro público, diz o Valor.

Lançamentos e IPOs elevam preço dos terrenos

A venda de terrenos para empreendimentos em São Paulo está aquecida, informa o Valor. Isto acontece devido à retomada dos lançamentos. E também da entrada de recursos nas incorporadoras com a leva de IPOs do setor.

Segundo a Arquimóvel, empresa que representa incorporadoras, os preços para empreendimentos de média e alta renda subiram de 20% a 30% desde o início do ano.

Thyssenkrupp vai fabricar equipamentos de mineração no país

A alemã Thyssenkrupp anunciou que vai passar a fabricar no Brasil máquinas e equipamentos para o setor de mineração. Com isto, busca maior competitividade em custo e logística, afirma o Valor.

Atualização Covid-19

O Brasil teve 455 novas mortes nas últimas 24 horas em decorrência do coronavírus. O total chega a 137.350.

Os novos casos positivos foram 15.821 no último dia, chegando a 4,56 milhões de infectados desde o início da pandemia.

As informações são do consórcio de veículos de imprensa.