Bancos apertam margem em crédito a empresas no 1TRI; veja mais notícias

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

A competição no setor financeiro já mostra benefícios para o segmento de empresas. De acordo com estudo feito pela Capital Empreendedor, nas seis linhas com recursos livres mais relevantes no financiamento a negócios, o spread (diferença entre a taxa pela qual os bancos captam recursos e a cobrado no repasse) caiu 10%, entre janeiro e março, mesmo com a elevação da taxa básica pelo Banco Central (BC).

A redução na margem dos bancos não vem do segmento de grandes empresas, em que as taxas já são competitivas. A concorrência vem se acirrando entre empresas médias ou menores, até micro.

MP dos caminhoneiros gera conflito com concessionárias

A Medida Provisória aumentou de 10% para 12,5% o limite de tolerância de peso permitido por eixo em caminhões acima de 50 toneladas e flexibilização é criticada, conforme informou o jornal Valor.

Em um pacote lançado para acalmar os caminhoneiros, o presidente Bolsonaro assinou uma medida provisória que flexibiliza as regras de pesagem de veículos pesados, mas criou conflito com concessionárias de rodovias e governos estaduais.

Empresas se apressam para ter energia eólica e solar

O desconto de 50% nas tarifas de uso do sistema de transmissão e distribuição para energia eólica e solar acaba em março de 2022. Isso tem provocado uma corrida para aprovar novos projetos dentro do prazo e manter os descontos, de acordo com reportagem do Estadão.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mostram que o número de pedidos de outorga após a publicação da Medida Provisória 998, em setembro do ano passado, mais que dobrou em relação ao período anterior.

Bolsonaro dá aval para decreto que visa limitar exclusão de posts

O presidente Bolsonaro mira a reeleição em 2022 ao dar aval para elaboração de decreto que limita a retirada de publicações e contas das redes sociais,  segundo reportagem da Folha de S. Paulo.

Considerado ilegal por advogados e especialistas, o decreto determina, que posts só sejam removidos por decisões judiciais. As exceções seriam violações ao ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), pedidos do próprio usuário ou de terceiros, além de casos que configuram alguns crimes.

Ritmo de vacinação no país cai em maio

Redução na última semana foi de 17% para primeira dose, de acordo com dados das secretarias de Saúde coletados pelo consórcio de veículos de imprensa. Em relação à segunda dose da vacina, a retração foi de 23%.

A insegurança de gestores e da população explicam desaceleração, conforme reportagem da Folha de S. Paulo.

Aziz culpa Pazuello por falta de vacina

No entendimento do presidente da CPI, o militar é o culpado pela falta de imunizantes no país, responsabilidade que ainda não é possível estender para Bolsonaro, conforme informou o jornal Valor.

Atualização Covid-19

O Brasil teve 2.403 óbitos confirmados por covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas a 444.094. Os novos casos positivados foram 82.039, de um total de 15.894.094 milhões.