BB (BBAS3) e Caixa não serão vendidos, diz governo; veja mais noticias

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Em sua live semanal, o presidente Jair Bolsonardo afirmou que Banco do Brasil (BBAS3), Caixa e Casa da Moeda não serão privatizados.

“Eu já falei que Banco do Brasil e Caixa Econômica, no meu governo, não se cogita a sua privatização. Assim como queriam privatizar a Casa da Moeda. Aí eu interferi. Exerci um direito meu, não é interferência, é um direito meu”, afirmou.

“A Casa da Moeda eu achei que não era o caso, tendo em vista informações que eu tive de outros países que privatizaram e voltaram atrás”, complementou.

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

Magazine Luiza (MGLU3) evita falar sobre Correios

A Magazine Luiza (MGLU3) teve queda no preço das ações ontem (18), após o ministro das Comunicações, Fabio Faria (PSD), afirmar em live que Magazine Luiza, Amazon, DHL e FedEx têm interesse em comprar os Correios.

Procurada pelo Valor, a Magazine Luiza não se manifestou sobre a notícia. Especialistas do setor de logística se disseram surpresos com a afirmação do ministro.

Aéreas apostam no transporte de cargas

Enquanto a demanda de passageiros no mercado doméstico brasileiro recuou 89,9% entre abril e junho, a movimentação de carga por aviões teve uma queda mais branda, de 63%, de acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Azul deve oferecer drone de entrega

Também do Estadão vem a notícia de que a Azul está implantando o uso de drones para entrega de encomendas.

A adoção da tecnologia deve acontecer na Black Friday, dia 27 de novembro. O projeto foi desenvolvido pela Speedbird Aero, uma startup de Franca, São Paulo.

Brasileiro volta a planejar viagens aéreas

Pesquisa realizada pelo Ministério da Infraestrutura aponta que mais da metade dos entrevistados (53,6%) tem planos de pegar um voo nos próximos meses, mesmo com cenário ainda de pandemia. O levantamento será feito mensalmente, para auxiliar na retomada do mercado de aviação, diz o Estadão.

Latam altera proposta de empréstimo

Com pedido de empréstimo de US$ 2,45 bilhões negado pela justiça dos EUA, a Latam alterou a proposta de financiamento e incluiu a participação de acionistas minoritários, em empréstimo de até US$ 150 milhões.

Mudança nas regras traz de volta planos de reforma da Lei das S.A.

Até o fim do mês, o Conselho de Normas Internacionais de Contabilidade (Iasb) recebe comentários sobre uma proposta de reforma na maneira como os resultados das empresas (receitas, lucros e prejuízos) devem ser apresentados.

A mudança seria em âmbito internacional e aproximaria as regras contábeis dos indicadores usados pelo mercado financeiro, facilitando a compreensão do investidor.

Saída de diretor da Sabesp (SBSP3) abre especulação sobre venda

De acordo com fontes ouvidas pelo Valor, o diretor diretor Paulo Massato está de saída da Sabesp (SBSP3). Ele é é apontado como um opositor à privatização da empresa.

Governo gaúcho acelera privatização da CEEE

O governo gaúcho abriu o processo de “data room” (acesso aos investidores interessados a dados completos do ativo) para a privatização da distribuidora de energia CEEE. O leilão deve ocorrer em janeiro de 2021. Em dezembro sai o edital.

Uniasselvi reduz preço para emplacar IPO

Com operação ainda em andamento na Nasdaq, a Vitru Education, do grupo educacional Uniasselvi, reduziu a faixa indicativa de preço das ações de US$ 22 a US$ 24 para US$ 16 a US$ 18. A companhia também diminuiu o volume à venda, de 11 milhões para 6 milhões de ações, informa o Valor.

BioNTech compra unidade da Novartis

A alemã BioNTech anunciou a compra de uma unidade de produção especializada da suíça Novartis, que lhe permitirá fornecer mais de 500 milhões de doses de vacina contra Covid-19 para Europa e China.

Atualização Covid-19

O Brasil registrou 35.757 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando a 4.457.443 infectados. Foram registradas mais 857 mortes, em um total de 135.031. As informações são do consórcio de veículos de imprensa.