Brasileiro enfrenta dívidas em alta e queda de renda; veja mais notícias

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Dívidas em patamares recordes, atrasos em pagamentos, inflação alta e renda achatada. Estes são apenas alguns dos pontos de pressão sobre famílias e empresas brasileiras neste. Enquanto o Brasil passa pelo pior momento da pandemia, com picos de mortes, a situação da economia se agrava.

Um estudo realizado pelo Banco Central mostra que, em dezembro, o comprometimento da renda das famílias brasileiras com dívidas bancárias chegou a 31,1%, pico da série histórica.

O dado reflete a parcela dos salários usada para pagar juros e amortizações de empréstimos, segundo o Estadão.

Brasil perde oito posições em ranking de PIB per capita

Um fim de ciclo de commodities, um impeachment, uma recessão, uma pandemia e o País terminou a década de 2011-2020 caindo oito posições no ranking dos maiores PIBs per capita do mundo e viu sua vantagem em relação aos demais emergentes derreter, conforme informou o Valor.

Brasil é o 3º país que mais perde receita com ida de lucros dos múltis para paraísos fiscais

O País é o terceiro país que mais perde receita em termos absolutos com transferência de lucros de companhias multinacionais para paraísos fiscais, conforme a Tax Justice Network, uma ONG especializada em questões tributárias.

O Brasil fica atrás apenas de Estados Unidos e Alemanha. As informações são do Valor.

Bolsonaro pede que CPI investigue prefeitos e governadores

Em conversa divulgada neste domingo pelo senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), o presidente Jair Bolsonaro defende que a CPI da pandemia no Senado investigue também governadores e prefeitos.

“Se não mudar o objetivo da CPI, ela vai vir para cima de mim. O que tem que fazer para ser uma CPI útil para o Brasil: mudar a amplitude dela, bota presidente da República, governadores e prefeitos”, disse Bolsonaro.

Empresas quebradas evitam encerrar CPNJ

Muitas empresas evitam formalizar o fim do negócio por causa da falta de dinheiro para quitar débitos, burocracia ou à espera de alguma chance de retomada, segundo reportagem do jornal O Globo.

Bancos devem prorrogar prazo para quitar dívidas

Após renegociarem quase R$ 1 trilhão em contratos de empréstimos em 2020, suspendendo mais de R$ 146 bilhões em parcelas de financiamentos, os maiores bancos do Brasil já começam a identificar novas dificuldades dos clientes na segunda onda da pandemia, conforme informou o jornal Estadão.

Governo admite vacinação lenta até o segundo semestre

O Governo já admitiu o ritmo lento de vacinação até o segundo semestre. O Ministro da Saúde vê dificuldade de fornecimento até que os EUA vacinem e diz precisar “persuadir” Bolsonaro. As informações são da Folha de S. Paulo.

Atualização Covid-19 

O Brasil teve 1.803 óbitos confirmados por covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas a 353.137. Os novos casos positivados foram 37.017, de um total de 13.482.023 milhões.