Falta de insumos desorganiza a cadeia produtiva; veja mais notícias

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

O mercado de bens de consumo tenta se equilibrar em um cenário adverso, que pode atrapalhar à retomada das vendas, quando a pandemia estiver controlada, de acordo com reportagem do Valor.

Comerciantes e fabricantes, em especial os de menor porte, têm receio de elevar estoques e a demanda não aparecer. Por mais que a falta de insumos exista, não é tão aguda como no ano passado.

As fábricas brasileiras continuam com dificuldades na compra de matérias-primas para sustentar a retomada da produção.

De acordo com levantamento da Confederação Nacional da Indústria, mais de 70% das empresas seguem com problemas para conseguir insumos no mercado e a maior parte delas só espera uma melhora no segundo semestre de 2021.

Proposta da IFI poupa R$ 57 bi para o governo

Três medidas propostas em um processo de reforma administrativa devem gerar em 10 anos, a partir de 2022, uma economia de R$ 128 bilhões na União e nos Estados.

Só no âmbito do governo federal, o impacto é de R$ 57 bilhões no acumulado até 2031, conforme simulações feitas pela Instituição Fiscal Independente (IFI).

Bancos estatais devolverão R$ 198 bi ao Tesouro

Os cinco bancos federais que receberam recursos da União por meio da emissão direta de títulos públicos se comprometeram a devolver R$ 198,8 bilhões ao Tesouro Nacional até o fim de 2031.

O cronograma definido recentemente entre o governo e os banco prevê uma concentração dos pagamentos nos próximos dois anos, sendo R$ 107 bilhões em 2021 e R$ 60,5 bilhões em 2022. As informações são do Valor.

Mais da metade dos investimentos federais ficarão nas mãos dos parlamentares

O Congresso terá controle de mais da metade dos investimentos federais em 2021, conforme o Orçamento aprovado pelos parlamentares e pendente de sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Dos R$ 52,5 bilhões reservados para execução de obras e compra de equipamentos públicos, R$ 27,2 bilhões em verbas, ou 52% do total, ficarão sob o controle dos deputados e senadores por meio das emendas parlamentares. É a primeira vez que isso ocorre.

Orçamento repete ameaça de pedalada de Dilma

O Orçamento deste ano deixou o presidente Bolsonaro sem recursos suficientes para o Plano Safra. Em 2015, foi esse programa que ficou sem repasses da União e serviu de base para o impeachment de Dilma Rousseff (PT).

Para membros do governo, situação é muito difícil e poderá levar a uma ameaça de impeachment.

STF manda Senado instalar CPI da Pandemia

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, determinou ontem (8) que o Senado instale uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar eventuais omissões do governo no combate da pandemia de covid-19, de acordo com o jornal O Globo.

A decisão do ministro atende o pedido formulado pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania) e Jorge Kajuru (Cidadania) ao contestar a inércia de Pacheco, que segurou por 63 dias o requerimento pelo início da investigação.

Atualização Covid-19 

O Brasil teve 4.249 óbitos confirmados por covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas a 345.025. Os novos casos positivados foram 86.652, de um total de 13.279.857 milhões.