Grandes companhias têm caixa para enfrentar a pandemia; veja mais notícias

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Um levantamento feito pelo Valor Data, com 339 companhias listadas em bolsa mostra que, no geral, elas têm fôlego para enfrentar a nova onda da pandemia.

O quarto trimestre já havia sido excelente e janeiro e fevereiro mantiveram o ritmo, até que a piora da pandemia em março trouxe novamente a incerteza sobre a volta à normalidade.

As vendas dessas companhias somaram mais de R$ 2 trilhões no ano passado. Já o lucro operacional delas atingiu R$ 240 bilhões.

Análises e Resumos do mercado financeiro com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

Impasse do Orçamento opõe Guedes a Lira

Em encontro com o presidente da Câmara, Arthur Lira, o ministro Paulo Guedes afirmou que a solução técnica é o veto integral das emendas parlamentares. A notícia é do Valor.

O problema é que reabrir essa discussão é um grande entrave para Lira, que fechou acordos em torno das emendas.

A realocação de recursos feito pelo senador Márcio Bittar (MDB), relator do Orçamento, tem sido o principal ponto de divergência.

As alterações tiveram como principal objetivo aumentar as verbas disponíveis para emendas parlamentares – na qual, deputados e senadores podem destinar verbas para as bases eleitorais.

Orçamento favorece áreas ligadas ao bolsonarismo

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, áreas como segurança pública, proteção à vida e fortalecimento da família, defesa nacional e desenvolvimento regional, que cuida de obras, ampliaram o espaço no Orçamento depois de acordos partidários no Congresso, que também envolveram a ala política do governo.

Leilão de aeroportos deve atrair pelo menos sete investidores

Na sexta rodada de concessão de aeroportos do governo federal, que será realizada nesta quarta-feira (7), deverá ter disputa nos três blocos da licitação.

O Globo informou que devem apresentar ofertas por ao menos um dos três lotes tanto grandes grupos que já administram aeroportos no Brasil — caso de Aena, Vinci, CCR, Inframérica e Socicam — quanto interessados em entrar na área, como a gestora de fundos Pátria e a operadora francesa ADP.

Auxílio deste ano equivale a 15% ao pago em 2020

O governo federal inicia nesta semana os pagamentos da nova rodada do auxílio emergencial. O programa deste ano vai liberar o correspondente a 15% da assistência de 2020, segundo reportagem da Folha de S. Paulo.

Vacinação não terá aceleração rápida

O diretor do Butantan disse que não é realista esperar uma rápida aceleração no número de vacinados nos próximos meses. Ele calcula que até julho o Brasil conseguirá imunizar quem tem mais de 60 anos. As informações são do Valor.

O médico também afirmou que ela só cairá com a tomada de medidas amargas de afastamento social.

Vacina de prioritários deve ser concluída apenas em setembro

Os grupos prioritários, que somam 77,2 milhões de pessoas, não devem estar imunizados com as duas doses da vacina contra a covid-19 antes de setembro, quando o País começa a produzir a matéria-prima (IFA) da vacina de Oxford/AstraZeneca, segundo especialistas ouvidos pelo Estadão.

Atualização Covid-19 

O Brasil teve 1.240 óbitos confirmados por covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas a 331.433. Os novos casos positivados foram 931.359, de um total de 12.984.956 milhões.