Demanda chinesa aumenta exportações do Brasil e eleva preço da carne no país

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Internet

A demanda chinesa por carne está fazendo o preço do produto subir no Brasil. Em razão da escassez de carne provocada pela peste suína africana, a China aumentou consideravelmente suas importações de carne bovina brasileira.

Por esse motivo, as exportações do Brasil para a China deram um salto de 62% em outubro, em relação ao mesmo período de 2018.

No entanto, se o momento é de euforia para os pecuaristas, quem sofre com a notícia é o consumidor brasileiro, que está pagando mais caro pela carne.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Carne pressiona a inflação

Pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo, da Fundação Getúlio Vargas, a carne bovina apareceu entre os destaques do mês de novembro, com alta de 5,26%, dez vezes mais do que o visto em outubro.

“Estamos no auge do aumento de preço. A carne vai continuar subindo e vai impor um desafio para a dona de casa. Quando a carne bovina sobe, outras carnes também sobem, ainda que não houvesse razão para isso, elas sobem pela questão da substituição do produto”, afirma o economista André Braz, do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da FGV.

A proximidade das festas de final de ano e o décimo terceiro devem aumentar ainda mais a procura por carne, o que fará o preço continuar a subir, prevê o economista.

“O certo seria não consumir, mas a pessoa vai deixar de comemorar o fim do ano?”, questiona. Para ele, a carne segue pressionando a inflação em novembro e dezembro.

LEIA MAIS

Energisa pretende investir R$ 7,5 bilhões em obras de infraestrutura no Brasil

Itaú é multado pela Prefeitura de São Paulo em R$ 3,8 bilhões