Déficit fiscal em 2017 chega a R$110,583 bilhões informa BC

Filipe Teixeira
Filipe Teixeira é redator do Portal EuQueroInvestir. Gremista, filho dos anos 80, apaixonado por filmes, música, política e economia.É também Coordenador da área de Marketing do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos.Me envie um e-mail: filipe.teixeira@euqueroinvestir.com Ou então uma mensagem por WhatsApp: (51) 98128-5585 Instagram: filipe_st
1

Foto: banco-central

Mas o que é o Déficit fiscal?

Antes de explicar o conceito de déficit ou superávit, precisamos entender como o governo arrecada recursos e o que entra na conta dos gastos.

A arrecadação se dá, na forma de cobrança de impostos e na emissão de títulos públicos, logo, sempre que você investe no tesouro direto, está emprestando dinheiro para o governo, que em troca, emite um título de dívida em seu nome.

[banner id=”teste-perfil”]

Já os gastos públicos, podem ser divididos em três diferentes orçamentos.

[box type=”info” align=”aligncenter” class=”” width=””]O volume maior é representado pelo Orçamento Fiscal, direcionado ao pagamento das contas do Estado, incluindo dívidas e obviamente, a manutenção da máquina pública.[/box]

Também entra na conta de despesas, a Seguridade Social, que engloba gastos com previdência, assistência social e serviços públicos de saúde e educação.

Fechando com o Orçamento de Investimento das Empresas Estatais, ou seja, empresas controladas pelo governo (Petrobrás, Banco do Brasil, Eletrobrás e Caixa Econômica Federal, por exemplo).

Importante salientar que para efeito de déficit/superávit primário, não entram na conta os juros da dívida.

[banner nome=”facebook”]

A grosso modo, esta conta (arrecadação – gasto) reflete no retrato do caixa do governo. Mostrando se as contas estão em ordem caso o resultado primário seja positivo(superávit) ou vice-versa.

Lembrando que o resultado tem disso negativo nos últimos 4 anos. De modo que o último superávit primário registrado, ocorreu em 2013.

Resultado X PIB

O déficit registrado em 2017, equivale a 1,69% do PIB (Produto Interno Bruto), sinalizando uma redução em relação ao ano de 2016, onde o déficit correspondeu a 2,49%

[two_third]Avalie este artigo, e ajude-nos a criar melhores conteúdos:[/two_third]
[one_third_last][kkstarratings][/one_third_last]

Resultado Nominal

O resultado fiscal nominal, engloba também os gastos com juros da dívida.

Em 2017, o resultado nominal foi negativo em R$ 511,408 bilhões (equivalente a 7,8% do PIB), contra R$ 562,815 bilhões (8,99% do PIB) um ano antes.

Por que este número é importante?

O déficit fiscal nas contas públicas traz consequências diretas para o crescimento do país. Em decorrência dele, reduz-se a capacidade de investimentos das empresas, inviabilizando o desenvolvimento dos produtos e serviços, reduzindo também o nível de emprego e renda das famílias, deixando também, de garantir o atendimento das necessidades básicas da sociedade.

O déficit fiscal provoca também, o aumento da dívida, uma vez que o Estado, no intuito de cumprir sua função social, busca financiamentos através da venda de títulos públicos.

Por fim, torna ineficiente toda a gestão pública, estimulando a corrupção dos agentes públicos e privados.

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.