Análises e PrevisõesNotícias

Déficit fiscal em 2017 chega a R$110,583 bilhões informa BC

O Banco Central divulgou nesta quarta-feira (31), o resultado do déficit primário em 2017: R$110,583 bilhões contra déficit de R$155,791 bilhões em 2016.

Mas o que é o Déficit fiscal?

Antes de explicar o conceito de déficit ou superávit, precisamos entender como o governo arrecada recursos e o que entra na conta dos gastos.

A arrecadação se dá, na forma de cobrança de impostos e na emissão de títulos públicos, logo, sempre que você investe no tesouro direto, está emprestando dinheiro para o governo, que em troca, emite um título de dívida em seu nome.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Já os gastos públicos, podem ser divididos em três diferentes orçamentos.

O volume maior é representado pelo Orçamento Fiscal, direcionado ao pagamento das contas do Estado, incluindo dívidas e obviamente, a manutenção da máquina pública.

Também entra na conta de despesas, a Seguridade Social, que engloba gastos com previdência, assistência social e serviços públicos de saúde e educação.


Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil


Fechando com o Orçamento de Investimento das Empresas Estatais, ou seja, empresas controladas pelo governo (Petrobrás, Banco do Brasil, Eletrobrás e Caixa Econômica Federal, por exemplo).

Importante salientar que para efeito de déficit/superávit primário, não entram na conta os juros da dívida.

Siga-nos no Facebook e receba as atualizações do Blog:

A grosso modo, esta conta (arrecadação – gasto) reflete no retrato do caixa do governo. Mostrando se as contas estão em ordem caso o resultado primário seja positivo(superávit) ou vice-versa.

Lembrando que o resultado tem disso negativo nos últimos 4 anos. De modo que o último superávit primário registrado, ocorreu em 2013.

Resultado X PIB

O déficit registrado em 2017, equivale a 1,69% do PIB (Produto Interno Bruto), sinalizando uma redução em relação ao ano de 2016, onde o déficit correspondeu a 2,49%

Avalie este artigo, e ajude-nos a criar melhores conteúdos:
Avalie este artigo!

Resultado Nominal

O resultado fiscal nominal, engloba também os gastos com juros da dívida.

Em 2017, o resultado nominal foi negativo em R$ 511,408 bilhões (equivalente a 7,8% do PIB), contra R$ 562,815 bilhões (8,99% do PIB) um ano antes.

Por que este número é importante?

O déficit fiscal nas contas públicas traz consequências diretas para o crescimento do país. Em decorrência dele, reduz-se a capacidade de investimentos das empresas, inviabilizando o desenvolvimento dos produtos e serviços, reduzindo também o nível de emprego e renda das famílias, deixando também, de garantir o atendimento das necessidades básicas da sociedade.

O déficit fiscal provoca também, o aumento da dívida, uma vez que o Estado, no intuito de cumprir sua função social, busca financiamentos através da venda de títulos públicos.

Por fim, torna ineficiente toda a gestão pública, estimulando a corrupção dos agentes públicos e privados.

Tags

Filipe Teixeira

Filipe Teixeira é redator do Portal EuQueroInvestir. Gremista, filho dos anos 80, apaixonado por filmes, música, política e economia.

É também Coordenador da área de Marketing do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos.

Me envie um e-mail: filipe.teixeira@euqueroinvestir.com
Ou então uma mensagem por WhatsApp: (51) 98128-5585
Instagram: filipe_st

Artigos Relacionados

Close