Déficit dos EUA sobe 25% no ano fiscal de 2020 e é de US $ 1,1 trilhão no ano passado

Felipe Santos Diogo
Economista - Especialista em investimentos (CEA®)
1

Crédito: Reprodução / Canva - Americano colocando dólares na carteira

Déficit dos EUA sobe 25% no ano fiscal de 2020 e é de US $ 1,1 trilhão no ano passado

Na última quarta-feira, foi divulgado o saldo da dívida dos EUA, pelo departamento do Tesouro. Em suma, os números indicam um saldo negativo de 389,2 bilhões de dólares, para os 4 primeiros meses deste ano. Um aumento de 25% quando comparado ao mesmo período de 2019.
Enquanto em 2019 a dívida pública americana avançou US$ 1,1 trilhões. Para o ano vigente espera-se um saldo negativo de US$ 100 bilhões mensais. Assim, apenas nos 4 primeiros meses deste ano, o governo dos EUA deve encarar um déficit equivalente a 40% do total visto no ano de 2019.
Ainda com uma dívida acumulada de US$ 23,3 trilhões. Os gastos do governo americano aumentaram 9,6% nos primeiros meses deste ano. Foram gastos US$ 1,57 trilhões, contra US$ 1,42 trilhões, no mesmo período do ano passado.
Parte do aumento deste déficit, está relacionado aos cortes de impostos, feitos em 2017. Segundo o presidente Donald Trump, o crescimento econômico do país deveria suprir esses cortes. Que foram feitos como um acordo em troca de apoio do congresso.
Além do crescente aumento da dívida e dos gastos do governo. O PIB norte americano desacelerou em 2019. Com crescimento de 2,3% do PIB no ano, contra os 2,9% vistos em 2018. Por fim, a dívida pública americana, acumulada, já ultrapassa os 110% de todo o PIB anual do país.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374