Deere & Company: veja como investir na gigante de máquinas agrícolas

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Divulgação

A Deere & Company é a maior empresa de máquinas agrícolas do mundo. A empresa americana é listada na bolsa de valores de Nova York, Nyse.

No Brasil, é possível investir na companhia por meio dos BDRs – Brazilian Depositary Receipts (BDRs), que são ativos que representam ações de empresas estrangeiras.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Os BDRs podem ser negociados por qualquer pessoa física, não apenas investidores qualificados (aqueles com mais de R$ 1 milhão em investimentos), desde o mês de outubro.

Na bolsa brasileira, o código da Deere & Company é DEEC34.

  • Para saber tudo sobre BDRs, clique aqui e baixe o e-book mais completo sobre o assunto 

Valorização dos BDRs

Os BDRs da americana Deere & Company valorizaram, de janeiro a 27 de novembro, 100%. Foram de R$ 350,81 para R$ 702,30.

No mesmo período, as ações da empresa na Nyse foram de US$ 176,86 para US$ 261,95, com valorização de 48%.

Nos gráficos abaixo, você confere os desempenhos dos papéis.

Reprodução/Google

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.

BDR

Reprodução/Google

Nyse

Reprodução/Google

Desempenho da Deere & Company na pandemia

A Deere & Company teve um lucro líquido de US$ 757 milhões no quarto trimestre fiscal de 2020, encerrado no início de novembro.  Houve uma ligeira queda na comparação com o trimestre anterior. Mas com avanço de 5% na comparação com o quarto trimestre de 2019, quando teve lucro líquido de US$ 722 milhões.

O lucro líquido no ano foi de US$ 2,75 bilhões.

O lucro líquido por ação no quarto trimestre subiu de US$ 2,27 para US$ 2,39.

Nas vendas, os resultados também foram positivos. As vendas para agricultura subiram 8% de 2019 para 2020. Já as vendas para construção e silvicultura caíram 16%.

Otimismo para 2021

De acordo com o CEO John May, para 2021 a perspectiva é otimista, apesar das dificuldades em 2020 com a pandemia. “A Deere & Company foi capaz de completar mais um ano de sucesso e está posicionada para continuar fornecendo soluções diferenciadas e agregando valor para os clientes”, afirmou na apresentação do relatório financeiro.

A companhia previu que faria entre US $ 3,6 bilhões e US $ 4 bilhões em 2021, o que superaria os ganhos de 2020 e 2019. May disse que a empresa espera se beneficiar dos preços mais altos das safras no ano que vem, o que, segundo ele, impulsionará a demanda por equipamentos agrícolas.

A empresa espera que as vendas líquidas de equipamentos agrícolas e gramados aumentem entre 10% a 15% e os equipamentos de construção e silvicultura cresçam entre 5% e 10%.

Programa de demissão no Brasil

Presente no Brasil, onde emprega 5 mil funcionários, a empresa precisou recorrer a um plano de demissão voluntária para atravessar a crise.

Mas a pandemia também acelerou a digitalização da empresa, com venda e assistência sendo oferecidas remotamente.

História da Deere & Company

A Deere & Company é considerada uma das empresas mais antigas dos Estados Unidos. Ela foi fundada em 1837, na cidade de Grand Detour, em Illinois.

Seu fundador, John Deere, era um ferreiro renomado do estado de Vermont.

A primeira máquina lançada pela empresa foi um arado de aço polido, um avanço importante na agricultura do início do século 20. Na sequência veio um perfurador de solo para a plantação de grãos.

Em 1870, a Deere & Company já era extremamente popular entre os fazendeiros americanos. Seus produtos mais conhecidos eram os rastelos, cultivadores, perfuradores, plantadores e ceifadoras. E traziam todos o símbolo da empresa, com um cervo saltitante. Seu slogan era “nothing runs like a Deere” ou “nada se move como um Deere”.

John Deere viria a falecer em 1886, aos 82 anos de idade e “orgulhoso de nunca ter vendido um produto de má qualidade”, como consta na história da empresa contada até hoje.

Durante a Segunda Guerra, a empresa precisou modificar a fabricação e entregar tratores militares, munição e peças para aeronaves.

Como investir nos BDRs da Deere & Company?

Os investidores brasileiros podem ter acesso aos chamados BDRs – Brazilian Depositary Receipts – da empresa.

Eles são ativos que representam ações de empresas estrangeiras.

Quem adquire um BDR está, indiretamente, participando de uma empresa no exterior. E terá direito aos dividendos distribuídos pela companhia lá fora.

Funciona mais ou menos como um fundo de investimento. O investidor não vira o dono da ação, portanto não é sócio da empresa em questão.

Para comercializar um BDR, a instituição emissora do papel adquire várias ações de empresas estrangeiras. Depois monta um “pacote” e vende partes dele aos investidores. Logo, esses títulos são como cotas.

O que é preciso fazer para investir na Deere & Company?

Para adquirir BDRs, o investidor precisa procurar um banco ou uma corretora de valores autorizados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Quer saber mais sobre como investir em BDRs ou outros ativos correlacionados ao mercado exterior? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.