Decreto assinada pelo governo de SC reduz alíquota de ICMS para atacadistas

Filipe Teixeira
Filipe Teixeira é redator do Portal EuQueroInvestir. Gremista, filho dos anos 80, apaixonado por filmes, música, política e economia.É também Coordenador da área de Marketing do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos.Me envie um e-mail: filipe.teixeira@euqueroinvestir.com Ou então uma mensagem por WhatsApp: (51) 98128-5585 Instagram: filipe_st
1

Foto: Eduardo Pinho Moreira

Após a derrota na assembleia legislativa na semana passada, onde foi votada a MP 220, que visava alterações na cobrança de ICMS para o comércio e indústria atacadista, Eduardo Pinho Moreira (MDB) atual governador, assinou ontem (15) decreto que garante ao setor atacadista o pagamento da alíquota de 12% .

A alegação do governo do estado é de que o setor atacadista catarinense alegava estar sem competitividade perante aos produtos provenientes de outros estados, desde o veto da medida provisória 220.

O governador afirma também que a decisão da assembleia trouxe graves impactos ao setor e que a redução de 17% para 12% visa movimentar a economia, o que seria inviável sem a capacidade de competir com outros estados.

Eduardo Pinho Moreira

Moreira lembrou também sobre a relevância do setor para o estado de Santa Catarina, com cifras na casa dos bilhões, e se mostrou feliz em atender o pedido dos empresários presentes ao encontro.

Uma breve pausa na leitura. Que tal descobrir qual é o seu tipo de investidor? É rápido e fácil!

[banner id=”teste-perfil”]

Novos encontros

Para o Secretário da Fazenda Paulo Eli, o intuito da medida é a simplificação e padronização da legislação tributária. Nos próximos meses, outros setores devem se reunir com o governo para dialogar sobre as alíquotas. Do lado da indústria, a mediação com o governo ficará a cargo da Fiesc.

O que diz o setor atacadista

Segundo Valmir Müller, que preside a Associação Distribuidora e Atacadista do estado, a medida será essencial para o crescimento do setor, evitando assim um retrocesso semelhante ao ocorrido até 1999, ano em que o governo finalmente liberou o pagamento da mesma alíquota cobrada para operações entre estados.

O que fazer agora

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada. É preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Nossa equipe pode te ajudar a avaliar seu perfil de investidor.

O primeiro passo é uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um especialista no mercado de Investimentos.

É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil de investidor e bater com sua atual carteira de investimentos.