Decisão da União Europeia sobre 5G é considerada como positiva pela Huawei

Daniele Andrade
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós-graduada em Mídias Digitais. Atualmente cursa bacharel em História. Gosta de produzir reportagens sobre política tanto nacional quanto internacional, economia e tecnologia.
1

Crédito: Reprodução/AFP

Em um comunicado dado na sexta-feira (31), a Huawei, empresa fabricante de equipamentos de rede comentou a decisão da União Europeia. Em que classifica como positiva a atitude de não impor uma barreira, para que os países do bloco comprem tecnologia 5G da companhia. Segundo informações do portal Tele.Síntese, o comunicado da Huawei informa: “Essa abordagem não tendenciosa e baseada em fatos em relação à segurança do 5G permite à Europa ter uma rede 5G mais segura e mais rápida”.

Há quase 20 anos, a Huawei faz negócios com os europeus. Sendo a fornecedora de quase todas as operadoras locais de telecomunicações.  A Comissão Europeia, na última semana, divulgou diretrizes para que os países que fazem parte do bloco implantem com segurança os sistemas para rede 5G. A expectativa era de que os europeus iriam acatar as pressões dos Estados Unidos. Na qual a Huawei iria ser barrada de participar, como fornecedora da tecnologia as operadoras.

Mas, no final a Comissão Europeia decidiu não impor a regra que iria vetar a Huawei. Mas abriu a possibilidade, de que cada país assim o faço, se achar necessário. As diretrizes, criada pela Comissão orientam a cada país-membro a capacidade de perscrutar a segurança das redes a serem utilizadas. O prazo, para que os estados-membro da União Europeia implementem as medidas é até 30 de abril. Após a data, a Comissão vai iniciar as atividades de avaliação a partir de 30 de julho. Em que será avaliado se as diretrizes foram mesmo implementadas nas companhias.

Aprenda hoje a investir em Small Caps e encontre as oportunidades escondidas na Bolsa.