Decisão de Fachin prolonga indefinição sobre Lula até agosto

Patrícia Auth
Patrícia Auth é jornalista formada pela Univali de Itajaí/SC. Trabalhou em impressos, como o Jornal de Santa Catarina, e também, como repórter na Rede Record e RBS TV. É casada, mãe da Lívia e adoradora de boa música e gastronomia.Na equipe EuQueroInvestir, é responsável pela produção de vídeos, e também escreve e edita artigos para o site.Entre em contato com a Patrícia pelo e-mail: patricia.auth@euqueroinvestir.com

Parece até novela mexicana, daquelas cheias de voltas e reviravoltas. Tudo indicava que o novo pedido de liberdade de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seria votado nesta terça-feira (26) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Porém, a expectativa durou pouco.

Na sexta-feira (22), o próprio magistrado decidiu cancelar o julgamento. Esse cancelamento ocorreu depois que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou um recurso de Lula ao STF contra os efeitos da condenação.

E agora, mais uma: o ministro Edson Fachin optou por enviar o pedido de liberdade de Lula ao plenário da Corte, prolongando ainda mais a indefinição sobre o ex-presidente.

Isso porque a Corte está prestes a entrar em recesso. Nesta semana, serão feitas as duas últimas sessões antes das férias de julho, e as pautas já foram definidas. Sendo assim, o julgamento do novo pedido de liberdade de Lula deve ficar só para o mês de agosto.

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]Mas, antes do julgamento, a Procuradoria Geral da República (PGR) dará seu parecer sobre o assunto. Só depois dessa formalidade é que a presidente do STF, Cármem Lúcia, deverá colocar a questão em pauta e decidir a data do julgamento.[/box]

Nada é tão simples assim!

Essa “onda de voltas e reviravoltas” no STF reforça o medo dos investidores sobre as indefinições eleitorais. O fato é que, a decisão de Fachin já garante que Lula permaneça na agenda eleitoral pelo menos até o mês agosto, ou seja, faltando só dois meses para a escolha do novo presidente do Brasil.

Só resta esperar.

Enquanto isso…

Você pode planejar os seus investimentos futuros. Conte com a assessoria de investimentos Eu Quero Investir.

Comece pelo teste de perfil.

[banner id=”teste-perfil”]

O que fazer agora

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada. É preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Nossa equipe pode te ajudar a avaliar seu perfil de investidor.

O primeiro passo é uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um especialista no mercado de Investimentos.

É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil de investidor e bater com sua atual carteira de investimentos.