De folga, Mandetta “invade” lives para reforçar pedido de isolamento social

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Na noite do último sábado (5) o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta aproveitou a onda de transmissões ao vivo de artistas pela internet para reforçar a importância de evitar aglutinações e frear a expansão de coronavírus no país.

Nesse sentido, Mandetta gravou uma mensagem em vídeo que foi exibida durante uma live no YouTube do cantor de forró Xand Avião, que reuniu mais de 600 mil pessoas.

O mesmo vídeo foi reproduzido também durante a live da dupla sertaneja Jorge e Mateus, que chegou a ter 3 milhões de acessos simultâneos.

“Importante que a música chegue, mas que a gente não aglutine, que a gente não coloque as pessoas no mesmo lugar. Os shows são feitos de casa. O show não pode parar, mas a aglutinação tem que parar. A gente precisa agora proteger um ao outro e o sistema de saúde se preparar para, no momento certo, a gente poder se abraçar”, afirmou Mandetta durante a transmissão.

Nos últimos dias o ministro da saúde e o presidente Jair Bolsonaro vêm discordando sobre a decisão de manter o comércios não-essencial fechado como medida para conter o avanço do novo coronavírus.

Enquanto Mandetta segue a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS) que considera o isolamento social a forma mais eficaz de evitar a propagação do coronavírus, Bolsonaro tem ressaltado sobre a necessidade de enfrentar a pandemia “sem deixar para trás os empregos”.