Daycoval (DAYC3) obtém empréstimo de US$ 100 mi

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Banco Daycoval (DAYC3)

O banco Daycoval (DAYC3) obteve um empréstimo de US$ 100 milhões. O objetivo é apoiar pequenas e médias empresas no enfrentamento dos impactos da Covid-19.

A IFC, membro do Grupo Banco Mundial, está fornecendo o empréstimo.

O investimento permitirá ao Daycoval apoiar as PMEs na preservação de empregos e no enfrentamento dos impactos da pandemia.

Pacote de financiamento acelerado

“Isso é particularmente crítico para ajudar o Brasil a combater os impactos econômicos negativos causados pela pandemia da Covid-19, já que as PMEs constituem um setor crucial para a criação de empregos e o crescimento econômico do país”, diz comunicado publicado pelo Daycoval.

Assim, a IFC implementou um pacote de financiamento acelerado de US$ 8 bilhões para seus clientes em todo o mundo.

O objetivo é ajudar a preservar economias, apoiar empresas e proteger empregos.

O investimento consiste em empréstimo de um ano para a Daycoval, mas que pode ser renovado por mais um ano.

Pelo menos 20% da linha de capital de giro será destinada a PMEs de propriedade de mulheres. Serão usados recursos do Women Entrepreneurs Opportunity Facility (WEOF), um fundo global dedicado a ampliar o acesso de mulheres empreendedoras ao capital.

“Esse investimento permitirá ao Daycoval continuar a apoiar as PMEs,incluindo aquelas pertencentes a mulheres, ajudando-as a enfrentar os impactos econômicos negativos causados pela pandemia”, afirmou Rogério  Santos, executivo da IFC responsável pela área de  Instituições Financeiras para o Brasil e o Cone Sul.

Biotoscana (GBIO33): leilão de aquisição de ações 

A biofarmacêutica Biotoscana (GBIO33) informou aos acionistas que marcou para 14 de agosto o leilão de aquisição de ações.

A oferta pública unificada de aquisição de BDRs representativos de ações de emissão da companhia tem como objetivo cumprir a obrigação estatutária e a descontinuidade voluntária do programa de BDRs da companhia.

Assim, os titulares de BDRs são convidados a vender seus BDRs no leilão que ocorrerá em 14 de agosto.

O edital da OPA, contendo informações detalhadas sobre os termos e condições estão no site da CVM e da B3.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo.