Davos: Brasil “está na moda” e atrai investidores estrangeiros

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução / Agência Brasil

“O Brasil voltou a estar na moda”. A frase de André Esteves, do BTG Pactual, resume o sentimento quanto ao país em Davos, na Suíça.

À reportagem da Folha, o banqueiro afirmou que, ao longo de três dias de Fórum Econômico Mundial, já realizou 33 encontros paralelos em que sentiu avanços significativos quanto à imagem do Brasil junto aos investidores estrangeiros.

O presidente do Bradesco, Octavio Lazari, confirmou que já realizou 12 dos mais de 25 encontros agendados, e a impressão é a mesma.

BDRs. Alternativas para investir no exterior diretamente da bolsa brasileira

Mais de 60 presidentes de grandes empresas globais compareceram à apresentação do Brasil dentro do painel Country Strategy Dialogue. O evento foi fechado à imprensa e apresentado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Entre os temas, reformas do governo e Amazônia.