Dasa (DASA3) e Raia Drogasil (RADL3) anunciam aquisições

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação Dasa

A Dasa (DASA3) comunicou a aquisição de 100% das sociedades MO Holding e Mantris.

A Mantris desenvolve serviços relacionados à medicina ocupacional e à gestão integrada de saúde, enquanto a MO Holding se trata de uma holding pura que detém participação majoritária no capital social total da Mantris.

A conclusão da aquisição está sujeita à aprovação pelas autoridades concorrenciais brasileiras.

A Dasa informou ainda que sua subsidiária, a Diagnósticos Maipú por Imágenes, realizou a aquisição total da empresa Laboratório de Medicina, situada em Buenos Aires, Argentina.

A Laboratório de Medicina presta serviços de laboratório de análises clínicas, complementando as atividades da Diagnósticos Maipú.

Raia Drogasil (RADL3) aprova aquisição da Cuco Health

A Raia Drogasil (RADL3) aprovou a aquisição da Cuco Health de modo que o valor do preço de compra por quota é superior, em mais de uma vez e meia, ao valor de patrimônio líquido da ação.

Sendo assim, haverá direito de recesso aos acionistas dissidentes que eram titulares de ações da Companhia no encerramento do pregão do dia 18 de outubro.

O valor do reembolso por ação, em caso do exercício do direito de recesso, será de R$2,64.

Alupar (ALUP11) aprova pagamento de proventos

A Alupar (ALUP11) comunicou o pagamento da terceira parcela dos dividendos aprovados, correspondente a R$ 70,33 milhões, equivalente a R$ 0,08 por ação ordinária, R$ 0,08 por ação preferencial e R$ 0,24 por unit.

Farão jus ao recebimento destes dividendos os acionistas inscritos nos registros da Companhia ao final do dia 27 de abril.

Porto Seguro (PSSA3) retifica valor de JCP

A Porto Seguro (PSSA3) informou que o valor correto de juros sobre o capital próprio (JCP) a ser atribuído por ação é de R$ 0,27730171520.

Anteriormente, na reunião do conselho de administração da realizada em 26 de outubro havia sido aprovado o pagamento de JCP no valor de R$ 0,27584931026 por ação.

Alliar (ALLR3) suspende AGE

A Alliar (ALLR3) informou que recebeu comunicação da MAM, gestora de fundos de investimentos que representam 29,01% do capital da Companhia, solicitando a suspensão da análise do pedido de convocação de assembleia geral extraordinária da Companhia realizado pela própria MAM em 11 de novembro de 2021.

A MAM informou, ainda, que a suspensão do pedido de convocação terá prazo de 60 dias, suspendendo-se, em consequência, a contagem do prazo de convocação da respectiva assembleia.

Camil (CAML3) conclui emissão de debêntures

A Camil (CAML3) comunicou a conclusão da 11ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em 2 séries.

As referidas debêntures, com esforços restritos de distribuição, correspondem ao montante de R$ 650 milhões sendo R$150 milhões correspondente à primeira série e R$ 500 milhões correspondente à segunda série.

As debêntures possuem o valor nominal de R$ 1 mil e terão prazo de vigência de 7 anos.

Os recursos líquidos captados pela Camil na primeira série serão utilizados na construção e instalação de planta de cogeração de energia elétrica a partir de biomassa, de modo a viabilizar ações de gestão sustentável dos recursos naturais. A segunda série será destinada exclusivamente para reforço de capital de giro da Companhia.

Neoenergia (NEOE3): último trecho do empreendimento de Santa Luzia entra em operação

A Neoenergia (NEOE3) informou que no dia 16 de novembro entrou em operação comercial o segundo e último trecho que compõe o empreendimento de Santa Luzia.

O Lote de Santa Luzia conta com uma RAP anualizada total de R$63 milhões e foi entregue com antecipação média de 16 meses em relação ao estimado originalmente pelo Regulador.