d1000 (DMVF3) registra prejuízo de R$ 13 milhões no 2TRI20

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

A d1000 (DMVF3) reportou prejuízo de R$ 13 milhões no segundo trimestre de 2020. Isso representa um avanço de 180,6% na comparação com igual período do ano anterior, quando registrou prejuízo de R$ 4,6 milhões.

O lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) apresentou recuo de 34,4% sobre o segundo trimestre de 2019, para R$ 14,5 milhões.

A d1000 realizou seu IPO na B3 na semana passada, levantando R$ 400,1 milhões, com a venda de 23,5 milhões de ações. O papel saiu por R$ 17, no piso da faixa indicativa sugerida, que ia até R$ 20,32. No fechamento de sexta-feira, a ação estava cotada a R$ 12,75.

Receita

A receita bruta da empresa contraiu 24,2% para R$ 230 milhões no segundo trimestre deste ano.

Segundo a companhia, esta queda foi “decorrente do menor número de lojas em funcionamento e do efeito da pandemia. Caso excluíssemos as lojas encerradas e as lojas localizadas em shoppings(18% da base de lojas), a queda entre o 2T20 e 2T19 seria de 4,2%”.

Despesas

As despesas corporativas no período somaram R$ 11,7 milhões, uma redução de 19,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Já as despesas com lojas totalizaram R$46,6 milhões, 9% inferior ao segundo trimestre de 2019.

De acordo com a d1000, a redução das despesas deve-se à adoção da suspensão temporária do contrato de trabalho de parte dos colaboradores, devido ao fechamento temporário de lojas.

O peso de despesa de loja do trimestre foi de 20,3%, o que é 3,4% superior ao mesmo período do ano passado, devido ao menor valor de receita auferido por conta da pandemia.

Caixa e endividamento

A companhia informou que chegou em 30 de junho de 2020 com um caixa total de R$ 2 milhões.

A dívida total subiu, de R$ 166,3 milhões no segundo trimestre de 2019 para R$ 202,9 milhões um ano depois.

A Relação Dívida Líquida/EBITDA no segundo trimestre de 2020 foi de 2,6.

“No final do trimestre 78% do nosso endividamento bruto era de curto prazo, e 22% de longo prazo e tínhamos R$79,1 milhões no caixa da Companhia. Com os recursos advindos da oferta pública de ações reduziremos nossa alavancagem financeira” informou a companhia.

Baixe a Planilha de Rebalanceamento de Carteira de Investimentos