Cyrela (CYRE3) registra queda de 42,3% no lucro no 1TRI20, para R$ 28 mi

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Wikimedia

A Cyrela (CYRE3) reportou nesta quinta-feira (14) um lucro líquido de R$ 28 milhões no primeiro trimestre de 2020, um desempenho 42,3% inferior ao registrado no mesmo período de 2019.

A margem líquida atingiu 3,7% no período, uma queda de 2,2 pontos percentuais em comparação com igual período do ano passado.

O retorno sobre patrimônio líquido (ROE, na sigla em inglês) da Cyrela ficou em 7,9% no trimestre, avanço de 7,6 p.p.

O lucro por ação (LPA) da Cyrela ficou em R$ 0,07 no primeiro trimestre de 2020, ante R$ 0,13 por ação no mesmo período de 2019.

Vendas crescem quase 30% no trimestre

As vendas totalizaram R$ 1,357 bilhão no trimestre, um crescimento de 29,9% em relação ao primeiro trimestre de 2019.

As vendas de estoque no período representaram 54% do volume total de vendas.

A velocidade de vendas (VSO) atingiu 53,4% no primeiro trimestre de 2020, um aumento de 3,8 pontos percentuais.

Os lançamentos no primeiro trimestre de 2020 aumentaram mais de 2 vezes se comparado com o mesmo período de 2019, totalizando R$ 1,644 bilhões.

Receita cai 7,4%

A receita líquida totalizou R$ 765 milhões no período, uma redução de 7,4%  em comparação com o mesmo período de 2019.

O lucro bruto somou R$ 261 milhões no primeiro trimestre de 2020, uma elevação de 4,8% em comparação com igual período do ano passado.

Já a margem bruta alcançou 34,1% no período, alta de 4 pontos percentuais.

A geração de caixa foi de R$ 13 milhões no primeiro trimestre de 2020, ante um geração de caixa de R$ 150 milhões em igual período do ano passado.

Fonte: Cyrela

Estoques

A Cyrela possuía R$ 6,088 bilhões de estoque no final do primeiro trimestre de 2020, um aumento de 3,9% em relação ao primeiro trimestre de 2019.

Em estoques prontos a companhia detinha R$ 1,735 bilhão no trimestre, uma diminuição de 3,8% em comparação com igual período de 2019.

No trimestre foram entregues 3,3 mil unidades, em 10 projetos, o correspondente a um montante de R$ 672 milhões.

Fonte: Cyrela

Dívida

A dívida líquida da Cyrela encerrou março em R$ 839 milhões.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / patrimônio líquido, ficou em 16,1% no final de março, uma elevação de 4,1 p.p. em comparação com mesmo período de 2019.