CVM | Sequoia (SEQL3) vai resgatar debêntures e banco Modal (MODL11) é vendido

Osni Alves
Jornalista desde 2007. Passou por redações e empresas de comunicação em SC, RJ e MG. E-mail: oalvesj@gmail.com.
1

Crédito: Divulgação

A Sequoia (SEQL3) vai resgatar debêntures antecipadamente.

Trata-se das debêntures da 1ª emissão de debêntures não conversíveis em ações, em 2 séries, de espécie com garantia real, para distribuição pública com esforços restritos.

A previsão ficou estabelecida em 12 de janeiro de 2022, e o objetivo é obter a totalidade das referidas debêntures com valor total, na data de emissão, de R$ 100 milhões.

Modal (MODL11) é vendida para a XP (XPBR31)

O Banco Modal (MODL11) foi vendido para a XP Investimentos (XPBR31), e a transação se dá mediante troca de ações que avalia o banco em R$ 3 bilhões, um prêmio de 50% sobre o fechamento da ação do dia 6 de janeiro.

Os acionistas do Modal devem ficar com 3,4% de participação na XP. Juntos a XP e Modal tinham 3,8 milhões de clientes ativos no terceiro trimestre de 2021.

Biomm (BIOM3) encerra prazo de direito de subscrição de ações

A Biomm (BIOM3) encerrou o prazo de direito de subscrição de ações referentes ao aumento de capital.

Durante o período de exercício do direito de preferência, foram subscritas 4.322.286 milhões de ações ordinárias, escriturais e sem valor nominal de emissão da companhia, a um preço de emissão por ação de R$13,92 totalizando um montante subscrito no valor de R$60.166.221,12 milhões.