CVM | Romi (ROMI3) vai pagar proventos, Boa Safra (SOJA3) compra terreno e Dexco (DXCO3) quer recomprar ações

Osni Alves
Jornalista desde 2007. Passou por redações e empresas de comunicação em SC, RJ e MG. E-mail: oalvesj@gmail.com.
1

A Indústrias Romi (ROMI3) vai pagar R$ 10 milhões em proventos.

Trata-se de juros sobre o capital próprio (JCP) a serem imputados aos dividendos obrigatórios do exercício de 2021.

O montante corresponde a R$ 0,1469 por ação, a serem pagos em 26 de janeiro de 2022, e não incidirá qualquer atualização monetária no período compreendido entre esta data e a data do pagamento.

Do montante do crédito de JCP será retido o imposto de renda na fonte, à alíquota de 15%, resultando em JCP líquidos de R$ 0,124865 por ação.

Boa Safra Sementes (SOJA3) adquire terreno de 90 mil m² em Sorriso (MT)

A Boa Safra Sementes (SOJA3) adquiriu terreno de 90 mil m² em Sorriso (MT).

A companhia pretende erguer um Centro de Distribuição no espaço.

A iniciativa é parte do plano de expansão da sementeira anunciado durante o processo de IPO em abril de 2021.

Com a nova estrutura, a Boa Safra espera melhorar cada vez mais a jornada do cliente, assegurando ainda mais qualidade, pontualidade e segurança nas entregas.

O terreno de Sorriso possui 90 mil m² e está localizado às margens da rodovia BR-163. No local, poderão ser estocadas até 40.000 big bags em posições refrigeradas (~ 1.000 kg cada).

CDs como esse vão garantir que as sementes beneficiadas e tratadas sejam armazenadas por mais tempo em condições de temperatura e umidade ideais, mantendo assim sua alta capacidade germinativa.

O CD de Sorriso soma-se às expansões recentes de Cabeceiras (GO), Buritis (MG) e Jaborandi (BA), fazendo parte de um objetivo de médio-longo prazo de ter Centros de Distribuição nas principais regiões do Brasil.

O plano da Companhia é iniciar as obras em Sorriso nos próximos dias e entrar em operação ainda este ano.

Dexco (DXCO3) aprova programa de recompra de ações

A Dexco (DXCO3) aprovou seu programa de recompra de ações.

A aquisição visa maximizar a geração de valor para o acionista, por meio da administração eficiente da estrutura de capital, com a aquisição das ações ordinárias de sua própria emissão, para permanência em tesouraria, posterior alienação no mercado ou cancelamento, sem redução do capital social da companhia.

Também disse que o prazo para a realização da operação é de 18 meses, e o máximo de ações que podem ser recompradas dentro do período é de 20 milhões de ações ordinárias, representativas de, aproximadamente, 6,76% da quantidade total de ações em circulação nesta data.

Enauta (ENAT3) suspende operação no Campo de Atlanta para inspeção e reparo

A Enauta (ENAT3) suspendeu a operação no Campo de Atlanta para inspeção e reparo.

Haverá conserto de uma tubulação da planta de processo do Petrojarl I.

A companhia está providenciando o reparo e a retomada da produção de forma estável e segura, e a avaliação inicial indica que o reparo deve ser feito no curto prazo.

Localizado na Bacia de Santos, o Campo de Atlanta é operado pela Enauta Energia S.A., subsidiária integral da companhia, que também detém 100% deste ativo.

Claranet Technology suspende oferta pública de ações

A Claranet Technology suspendeu sua oferta pública de ações.

A companhia de Barueri informou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sua desistência.