CVC (CVCB3) conclui revisão contábil e divulga resultado de 2019

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação/ CVC

A CVC (CVCB3) concluiu o processo de revisão e reconciliação contábil e divulgou suas demonstrações financeiras não auditadas de 2019, conforme fato relevante publicado nesta segunda-feira (3).

O procedimentos de revisão apontou para distorções na ordem de R$ 363,2 milhões. Os valores alocados da seguinte forma:

  • R$ 93,8 milhões referentes ao exercício de 2019, causando redução na receita líquida consolidada de R$ 88,5 milhões e aumento da despesa consolidada de variação cambial de R$ 5,2 milhões;
  • R$ 135,1 milhões referentes ao exercício de 2018, causando redução na receita líquida consolidada de R$ 127,2 milhões e aumento da despesa consolidada de variação cambial de R$ 7,8 milhões;
  • R$ 133,4 milhões referentes a exercícios anteriores a 2018, causando redução do patrimônio líquido em 1º janeiro de 2018 neste montante.

A revisão dos resultados foi realizada em função da identificação de distorções em determinadas contas contábeis, inclusive em relação a exercícios anteriores.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

De acordo com a companhia, os trabalhos dos auditores independentes estão em andamento, incluindo a revisão dos procedimentos de investigação, os quais são necessários para emissão de opinião sobre as referidas demonstrações financeiras.

Mas os resultados divulgados hoje estão sujeitas a alterações em decorrência da conclusão dos trabalhos de auditoria.

Após a conclusão dos trabalhos dos auditores, as demonstrações financeiras de 2019 serão submetidas à apreciação do Comitê de Auditoria, do Conselho de Administração, do Conselho Fiscal e da assembleia geral.

Recuperação de R$ 55 milhões em créditos fiscais

Conforme a CVC, os referidos ajustes contábeis não terão impacto sobre a geração e os saldos de caixa reportados nas demonstrações financeiras.

Isso porque o capital de giro reportado no período seria diminuído no mesmo montante e os valores foram devidamente transferidos aos fornecedores.

Já o impacto no lucro líquido dos ajustes foi reduzido pelo lançamento de crédito referente à recuperação de impostos de renda e contribuição social que foram pagos indevidamente, estimados pela CVC, em aproximadamente R$ 55 milhões

Por fim, a CVC espera divulgar as suas demonstrações financeiras auditadas de 2019 e as informações financeiras intermediárias referentes ao primeiro trimestre de 2020 até 31 de agosto deste ano.