CTC (Centro de Tecnologia Canavieira) protocola pedido de IPO

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: CTC

A CTC (Centro de Tecnologia Canavieira) protocolou pedido de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), nesta quinta-feira (22).

No prospecto, a companhia informou que realizará oferta primária e secundária de ações.

Os recursos captados na tranche primária serão destinados para projeto e construção da planta de demonstração para o projetos de sementes sintéticas; aumentar investimentos em seleção genômica para identificação de variedades resistentes a doenças; implementação de ferramentas de edição genômica para diminuição do processo de melhoramento genético convencional; e identificação de novos negócios para alavancar
nossa posição competitiva, protegendo e sustentando os produtos exixtentes, por exemplo: bioinformática e data analytics.

Confira os melhores momentos da Money Week

A oferta será realizada sob a coordenação do Banco Morgan Stanley, J.P. Morgan e BTG Pactual.

Os principais acionistas da CTC são Copersucar, com 16,93% do capital, Raízen Energia, com 19,03%, São Martinho (5,41%), BNDESPar (18,91%) e Grupo ETH (5,77%).

Sobre a CTC

O CTC é uma empresa de biotecnologia, cuja atividade principal consiste na pesquisa, desenvolvimento e comercialização de cepas de cana-de-açúcar que atendam às necessidades dos produtores bem como aumentem a produtividade por meio do uso de tecnologias disruptivas.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

Os produtos da companhia são desenvolvidos por uma equipe especializada em melhoramento genético e biotecnologia.

O CTC é referência em inovações pioneiras no setor sucroenergético. A companhia possui um complexo de laboratórios de última geração, que contam com modernas instalações.

O CTC detém um dos bancos de germoplasma de cana mais completos do mundo, com mais de 4.000 variedades.

Lucratividade

O lucro líquido da CTC totalizou R$ 37,1 milhões no seis meses findo em setembro de 2020, contra R$ 46,1 milhões no mesmo período do ano passado.

A receita líquida atingiu R$ 152,6 milhões no período, contra R$ 115,1 milhões de 2019.

O Ebtida somou R$ 84,3 milhões, ante R$ 38,8 milhões.

Riscos

No prospecto, a CTC destacou alguns dos principais riscos de investimento na empresa e participação na oferta.

  • capacidade da companhia de obter financiamento para seus projetos e planos de expansão;
  • capacidade da CTC de implementar suas estratégias de crescimento;
  • capacidade da empresa em desenvolver novos produtos;
  • perdas de benefícios fiscais e alteração da legislação tributária;
  • mudanças legislativas relativas à propriedade intelectual e/ou na Lei de Proteção de Cultivares ou incapacidade da Companhia em proteger sua propriedade intelectual;
  • identificação e monitoramento das áreas cultivadas pelos clientes da CTC;
  • desenvolvimentos competitivos nos mercados de etanol e açúcar;
  • avanços tecnológicos na indústria de etanol e açúcar;
  • avanços no desenvolvimento de alternativas para o etanol e açúcar;