CSN Mineração (CMIN3) pode ser um dos maiores produtores de minério de ferro do mundo, diz Banco Inter (BIDI11)

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

O Banco Inter (BIDI11) tem um viés positivo para CSN Mineração (CMIN3), empresa que estreou na Bolsa de Valores em 18 de fevereiro.

Ao iniciar a cobertura do ativo, o banco disse acreditar que a companhia tem um plano de expansão bastante agressivo, mas bem estruturado e que, se bem executado, levará a empresa ao rol dos maiores produtores de minério de ferro do mundo.

“Com um produto de qualidade, a companhia poderá se beneficiar dos drivers positivos do setor, revertendo ganhos de receita e margens em retorno aos seus acionistas”, diz a análise divulgada nesta quarta-feira (31).

Aumento da capacidade de produção da CSN Mineração

A CSN Mineração, que é um braço de mineração da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), pode chegar a uma capacidade de produção de 108 mt de minério de ferro, trazendo um produto de elevada qualidade ao mercado, competindo de igual para igual com grandes nomes da mineração nacional e mundial, diz o Banco Inter.

Com foco na produção e comercialização de minério de ferro, os recursos captados com o recente IPO (oferta inicial de ações) serão direcionados ao aumento de uma capacidade de cerca de 38Mt atuais para cerca de 108Mt em 2031.

Além disso, a companhia é independente de barragens, mitigando um dos principais riscos inerentes ao setor.

“Outro ponto de destaque diz respeito aos investimentos em qualidade visando atender uma demanda crescente por produtos premium, principalmente na China, em resposta à crescente preocupação com emissão de poluentes”.

Mas os analistas alertam que apesar do cenário favorável para o mercado de minério de ferro, o fato de a CSN Mineração ser 100% dependente de uma única commodity poderá colocá-la em situação complicada em um cenário adverso de quedas expressivas de preços, conforme já visto anteriormente.

O Banco Inter recomenda a compra de CSN Mineração com preço-alvo para o final de 2021 em R$ 15/ação.