CSN Mineração (CMIN3) assina contrato para exportação; Telebras (TELB3) renova com Petrobras (PETR3)

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Reprodução site oficial CSN

A CSN Mineração (CMIN3) informou que a CSN Mineração assinou, na terça-feira (11), com um sindicato de bancos contrato de Pré-Pagamento de Exportação no valor de USD 350 milhões e prazo final de 12 anos.

O grupo é formado por BNP Paribas, Tokyo Branch; Citibank, N.A., Tokyo Branch; Credit Agricole Corporate and Investment Bank, Tokyo Branch; e Societe Generale Bank, Tokyo Branchum.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Segundo a CSN, essa operação conta com seguro de crédito da Nippon Export and Investment Insurance e tem o objetivo de apoiar a CSN Mineração em seus projetos de melhoria e expansão de suas operações da Mina de Casa de Pedra, incluindo seus investimentos na independência de barragens por meio da filtragem de rejeitos, visando garantira continuidade do fornecimento de Minério de Ferro de alta qualidade para seus clientes japoneses de longo prazo e para o mercado em geral.

Essa transação marca o início da implementação pela CSN Mineração da estratégia de financiar seu crescimento utilizando instrumentos adequados para projetos de longo prazo.

Oi (OIBR3): relatório anual é arquivado pela SEC

A Oi (OIBR3) informou que seu Relatório Anual (Form 20-F) referente ao exercício terminado em 31 de dezembro de 2020 foi arquivado junto à United States Securities and Exchange  Commission (SEC), em 11 de maio de 2021.

O relatório pode ser visualizado diretamente no website da SEC (www.sec.gov), no Sistema Empresas.

Telebras (TELB3) renova contrato com Petrobras (PETR3)

A Telebras (TELB3) informou detalhes sobre a transação com a Petrobras (PETR3), em que foi renovada a vigência de contrato por mais 10 anos, com término em 07/05/2031.

Pelo contrato, fica excluída a possibilidade de prestação de serviços de telecomunicações pela  Telebras, prevista no contrato inicial, uma vez que não houve solicitação pela Petrobras durante todo o período de vigência.

Também foi incluída a locação de novos espaços físicos, sem alteração das demais cláusulas contratuais.

A Telebras informa que, antes de efetivar a transação contratual com cada empresa, cumpriu uma série de práticas de governança corporativa; e realizou uma pesquisa de preços no mercado privado para verificar a razoabilidade dos valores praticados para a cessão de fibras ópticas e consulta ao Sistema de Negociação de Ofertas de Atacado (SNOA), criado conforme Resolução ANATEL n° 600, de 8 de novembro de 2012, para valores relativos à cessão de infraestrutura.

Assim, o valor do contrato após o 4º aditivo passa a ser de R$ 117.977.216,74.

Banco Inter (BIDI11) vai oferecer seguros habitacionais da Sompo

O Banco Inter (BIDI11) informou que fechou uma parceria com a japonesa Sompo Seguros para oferecer, em seu aplicativo, seguros habitacionais no ramo do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) para cobertura de morte ou invalidez permanente e para danos físicos ao imóvel.

A Sompo pagará à Inter Seguros R$ 12 milhões à vista e R$ 152,2 milhões ao longo da duração do contrato, podendo ser superior em caso de superação do plano de negócios acordado.

A parceria entre as duas empresas terá duração inicial de 15 anos.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3