CSN (CSNA3): Glencore adquire 25% do IPO de braço de mineração

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Foto: CSN

A anglo-suíça de commodities de mineração, Glencore, foi investidor de peso na oferta inicial de ações (IPO) da CSN Mineração, conforme informou o Estadão.

A companhia foi responsável por investir aproximadamente R$ 1,3 bilhão. Ou seja, 25% do total do IPO, de R$ 5,2 bilhões.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

A CSN Mineração deve chegar à B3 valendo R$ 47,5 bilhões, a Glencore se posiciona com quase 3% da brasileira.

Conforme analistas e investidores, após esse grande investimento na companhia, é que as duas empresas caminhem para uma parceria para atender a China, maior mercado consumidor de minério de ferro do mundo.

Glencore e CSN já têm uma parceria de comercialização do insumo. Em 2019, a CSN fechou um acordo para o fornecimento de longo prazo de minério de ferro à trading, com o pagamento prévio de US$ 500 milhões para a entrega de 22 milhões de toneladas em cinco anos.

Depois fechou um segundo contrato por 10 milhões de toneladas de minério de ferro, por US$ 250 milhões. Por último, a trading pré-pagou mais US$ 115 milhões por quatro milhões de toneladas.

A CSN, que foi vendedora na oferta, embolsou R$ 3,6 bilhões, dinheiro que já foi prometido para reduzir sua dívida.

As ações da mineradora estreiam na B3 na próxima quinta-feira (18).

Se você quer saber mais sobre investimentos, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo