Crise reforça importância da visão de longo prazo, diz Custodio

Natalia Gómez
Editora, é jornalista especializada no mercado de investimentos há 17 anos. Formada pela PUC-SP, teve experiências em veículos como Agência Estado, Valor Econômico e Revista Você SA; e na área de comunicação corporativa e relações públicas para instituições financeiras.
1

Crédito: Juliano Custódio, CEO da EuQueroInvestir.

Embora a crise tenha trazido uma série de desafios para os brasileiros, esta também é uma oportunidade de aprendizados. Para os investidores, o momento atual é uma chance de praticar a visão de longo prazo, segundo o CEO daEQI Investimentos, Juliano Custodio.

Em live realizada hoje na segunda edição da MoneyWeek, o executivo destacou que o mercado brasileiro verá a recuperação de vários setores no futuro. Apesar disso, este não deve ser um movimento linear.

“O mercado de ações deve ter uma retomada expressiva no longo prazo, embora isso não deva ocorrer de forma linear”, explicou durante o evento, que teve início nesta segunda-feira (22).

Confira principais Ações para investir em Outubro

Fundamentos para o futuro

Entre os setores que têm fundamentos positivos está o agronegócio. Segundo Custodio, isso se deve principalmente à expectativa de maior consumo de carne na China nos próximos anos.

Vale destacar que grande parte da produção de carne brasileira é destinada para a China, e que o consumo na região ainda é baixo.

Da mesma forma, outro setor com bons fundamentos é o de educação à distância. Este mercado já vinha ganhando destaque nos últimos anos. Mas agora, com a pandemia, o uso do ensino à distância ganhou ainda mais destaque.

Ainda pensando no longo prazo, o setor habitacional poderá ver um aumento na demanda. Isso porque existe um déficit habitacional no Brasil, enquanto os juros estão com tendência de queda.

Da mesma maneira, o setor de shoppings chama atenção dos investidores de longo prazo. Durante a crise, o setor sofreu com o fechamento das operações, mas no futuro as atividades serão retomadas. “Na minha visão, o brasileiro vai continuar indo a shopping”, destacou.

Como escolher

De acordo com Custodio, é impossível saber o melhor momento para comprar ações de determinada empresa. No entanto, o investidor pode identificar quando os preços estão baratos.

“Nunca se sabe o melhor momento, o que dá para saber é que existem muitas ações baratas no Brasil hoje”, explica.

Durante a entrevista, o executivo contou que a criação do site Eu Quero Investir, em 2014, teve como objetivo democratizar informações sobre o mercado financeiro e ajudar o investidor a contextualizar as notícias. “Hoje estamos na era da informação, e as pessoas nem sempre sabem o que fazer com tanta informação”, explica.

“Nossa proposta é justamente falar sobre investimentos sob o ponto de vista do investidor.”

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente para acompanhar a MoneyWeek!