Crise pode trazer boas oportunidades para Anima (ANIM3) e Ser (SEER3)

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Unsplash

A crise desencadeada pela expansão da Covid-19 pode gerar bons negócios para o segmento da educação.

De acordo com os grupos Ânima (ANIM3) e Ser Educacional (SEER3), a pandemia deve afetar as faculdades menores por conta da dificuldade em se adaptar a nova realidade tecnológica.

Além disso, instituições menores podem enfrentar grandes problemas com o caixa reduzido, de acordo com reportagem do Valor.

Crise e novas tenologias

Segundo o presidente da Ânima, Marcelo Battistella Bueno, o processo de aquisições não foi interrompido. Com isso, novas oportunidades de fusões e aquisições estão surgindo em meio à crise.

Dessa maneira, a Ânima realizou a aquisição da Faseh, na área da medicina,  por cerca de R$ 110 milhões.

Além disso, tanto a Ânima quanto a Ser educacional estabeleceram estratégias para manter sua base de alunos.

Nesse sentido, na Ânima foram criadas duas novas modalidades de financiamento estudantil, além de um seguro para os estudantes.

Por fim, a Ser Educacional oferece a opção de parcelar as mensalidades no cartão de crédito, além de disponibilizar ao aluno uma linha de crédito próprio em caso de desemprego.

 

Os benefícios de se ter um Assessor de Investimentos