CR2 (CRDE3) tem prejuízo ampliado para R$ 13 milhões no 4TRI20

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Reprodução / CR2

A CR2 (CRDE3) apresentou prejuízo líquido de R$ 13,1 milhões no quarto trimestre de 2020, valor 1310% maior do que o prejuízo de R$ 931 mil dos últimos meses de 2019.

O resultado foi impactado, segundo a companhia, pelo ajuste realizados no fim do trimestre no Link, na ordem de R$ 10 milhões.

Ebitda negativo no 4TRI20

Já o Ebitda da empresa ficou negativo em R$ 11,7 milhões. No 4TRI19 o Ebitda havia sido positivo em R$ 3,1 milhões.

A margem Ebitda da CR2 ficou em -1812% no 4TRI20 contra 60% no 4TRI19.

A receita operacional líquida da empresa caiu 87,8%. Assim, passou de R$ 5,2 milhões no 4TRI19 para R$ 648 mil no 4TRI20.

As vendas contratadas líquidas de distratos ficaram zeradas no 4TRI20, apresentando uma redução de R$ 400 mil em comparação ao 4TRI19.

Despesas da CR2 aumentam 32%

As despesas gerais e administrativas da CR2 ficaram em R$ 2,5 milhões no 4TRI20, apresentando aumento de 32% em relação ao 4T19 (R$ 1,9 milhão), impulsionado principalmente pelas despesas judiciais, que apresentaram um aumento de 454%.

A geração de caixa encerrou o período negativa em R$ 430 mil comparado a uma geração positiva de R$ 34,2 milhõesno 4T19, em função da antecipação dos recebíveis pela vendado terreno do Parque das Águas no fim de 2019.

CR2 (CRDE3)