CR2 (CRDE3): Itaú (ITUB4) vende totalidade de participação na empresa

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução / CR2

A CR2 Empreendimentos Imobiliários (CRDE3) comunicou nesta segunda-feira (14) ao mercado que o Itaú Unibanco (ITUB4) alienou a totalidade de sua participação societária na companhia.

O total vendido foi de 475.611 ações ordinárias, equivalentes a 19,64% do capital social da CR2.

A transferência das ações ocorrerá em até 90 dias a contar de hoje.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

A CR2 também foi informada que o Itaú cedeu para a Total Log créditos de sua titularidade, que estão garantidos por 605.373 ações ordinárias de emissão da CR2.

O montante representa 24,99% do capital social da empresa.

Uma ação da empresa vale R$ 22,50.

GPC (GPCP3) informa sobre desobramento de ações

A GPC Participações (GPCP3) aprovou o desdobramento da totalidade das ações ordinárias e das ações preferenciais da companhia.

A operação será de uma ação ordinária para cinco ações ordinárias.

E uma ação preferencial para cinco ações preferenciais.

Não haverá modificação do valor do capital social da GPC.

Hoje uma GPCP3 vale R$ 14,19.

A empresa está hoje em recuperação judicial.

CVC (CVCB3) encerra prazo para subscrição de sobras

A CVC (CVCB3) informou que em 8 de setembro foi encerrado o período para subscrição privada das sobras do segundo rateio de ações ordinárias, a serem emitidas no âmbito do aumento do capital social da companhia, realizada em 9 de julho.

Ao final, foram subscritas 381.313 ações ordinárias, ao preço de R$ 12,84 cada.

Assim, chegou-se ao valor de R$ 4,896 milhões.

Durante o período, foi solicitado a subscrição adicional de 18.725.579 sobras de ações não subscritas, “sendo que foram verificadas apenas 131.429 sobras a subscrever”.

“Na medida em que os pedidos de subscrição de sobras adicionais foram superiores ao total de sobras adicionais disponíveis para subscrição, a companhia realizou o rateio proporcional das referidas sobras adicionais entre os subscritores que solicitaram a reserva de sobras adicionais”, informa a CVC.

Essas sobras, então, ser liquidadas até o dia 16 de setembro.