COVID-19 faz valor do patrimônio de Trump cair US$ 1 bilhão de dólares

Thiago Siqueira
null
1

Crédito: Reprodução / Business Insider

O patrimônio de Donald Trump diminuiu US$ 1 bilhão de dólares com o avanço da pandemia do COVID-19. Seus imóveis comerciais foram os mais afetados, antes do avanço do coronavírus valiam US$ 1.9 bilhões, agora US$ 1.2 bi.

A análise foi realizada pela Forbes e levou em consideração o valor de empresas, propriedades e demais empreendimentos de Trump. Com a melhora da economia é possível

Apenas na quinta avenida em Manhattan, um dos polos comerciais mais importantes do mundo, Trump possui 38.100 metros quadrados para locação.

Por se tratar do valor de imóveis e ações, esse número pode oscilar perdendo liquidez ou ganhando.

 

Home Office

Com o avanço do COVID-19 e a necessidade de isolamento social o trabalho remoto, ou Home Office, ganhou força em todo o mundo. Se esse modelo prosperar o modelo de negócio de Trump pode ser afetado.

Com a redução da necessidade de escritórios comerciais, a demanda pode diminuir em todo o mercado ao redor do mundo e gerar uma reorganização da massa produtiva.

COVID-19 no Brasil

Em junho do último ano a BOVESPA bateu o recorde histórico de 100 mil pontos. 10 meses depois com o surgimento do COVID-19, a bolsa desceu a menos de 80 mil pontos.

Em meio às tentativas de não asfixiar a economia, Bolsonaro e sua equipe estão em choque com Mandetta que não tem adotado o isolamento vertical que o presidente da república tem defendido.

Os efeitos da pandemia e do isolamento na economia ainda são incertos, embora se fale em recessão. O que motiva a tomada de ações drásticas pelo governo federal.

O Congresso aprovou a lei do coronavoucher que dá auxílio de R$ 600,00 e que pode beneficiar até 54 milhões de pessoas. Para mães solteiras e chefes de família, o valor é de R$ 1.200,00 reais.

Isenção na conta de luz para pessoas de baixa renda e financiamento pelo BNDS para empresas também estão na lista de ações do governo a serem tomadas.

 

SAIBA MAIS

Presidente da Comissão Europeia assume ter subestimado o Coronavírus

Justiça do Trabalho extingue solicitação de 500 bi para pagar força

Mandetta critica orientação da OMS que pede teste para toda a população