Cosan (CSAN3) aprova a distribuição de R$ 700 milhões em dividendos intercalares

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

A Cosan (CSAN3) aprovou a distribuição de R$ 700 milhões em dividendos intercalares, o equivalente a R$ 0,374619 por ação ordinária.

Os referidos proventos terão como base de cálculo a posição acionária de 14 de dezembro. Sendo assim, a partir de 15 de dezembro as ações serão negociadas “ex” dividendos.

O pagamento dos dividendos ocorrerá no dia 28 de dezembro.

Bradesco (BBDC3; BBDC4) assina acordo de incentivos com Elo sobre vendas em cartões

O Bradesco (BBDC3; BBDC4) assinou acordo de participação no programa de incentivos da Elo visando a incrementar as vendas de cartões da bandeira emitidos pelo Bradesco.

O objetivo é aumentar o volume de transações nos cartões Elo.

A vigência do contrato é de 10 anos contados a partir de 01 de janeiro de 2022.

Positivo Tecnologia (POSI3) firma parceria com a NEXGO e lança quatro modelos de terminais de pagamento

A Positivo Tecnologia (POSI3) anunciou parceria com a NEXGO para lançamento de quatro modelos de terminais de pagamento.

De acordo com o documento, a operação faz parte da estratégia de diversificação de negócios.

A NEXGO é considerada uma das maiores fabricantes de dispositivos no setor POS (Point of Sale) da Ásia e uma das pioneiras em inovação tecnológica na categoria.

Por meio da parceria estratégica com a Positivo Tecnologia, a NEXGO contribui para ampliar o portfólio da marca Positivo com dispositivos ofertados a preços competitivos em um momento de alta demanda gerada por adquirentes, fintechs, bancos digitais e subadquirentes.

A NEXGO está há mais de 20 anos de mercado. Com sede na cidade chinesa de Shenzhen, tem presença em 100 países e mais de 30 milhões de terminais inteligentes de pagamento vendidos mundialmente.

Energisa (ENGI11) inicia oferta pública de aquisição de ações da controlada Energisa Acre

A Energisa (ENGI11) informou que começou hoje a oferta pública obrigatória de aquisição de ações de titularidade de funcionários e aposentados da controlada Energisa Acre (EAC).

O objeto da oferta é a aquisição de até 2.484.078.275 ações ordinárias e 953.652.585 ações preferenciais, de 1,42% do capital social total da Energisa Acre.

A vigência será pelo período entre 07 de dezembro de 2021 a 06 de janeiro de 2022.

Unipar (UNIP3) e subsidiárias fecham acordo de US$ 80 milhões

A Unipar (UNIP3) e suas subsidiárias denominadas “Indupas” fecharam acordo junto a vendedora para o recebimento, pela Unipar, de US$ 80 milhões.

Foi acertado ainda, o pagamento do valor total da dívida contraída em 2016, por ocasião da aquisição das Indupas, no montante aproximado de US$ 140 milhões.

Smartfit (SMFT3) reporta recuperação pelo 6º mês consecutivo da base de clientes

A Smartfit (SMFT3) registrou em seus resultados operacionais de novembro uma recuperação pelo 6º mês consecutivo da base de clientes em todo o país.

“Neste mês, foram adicionados 108 mil clientes às academias (+4,4% vs. outubro), com destaque para a manutenção do nível de vendas médio desde o início da recuperação”, destacou a empresa.

A base de clientes em academias atingiu 91% do patamar de março de 2020 (pré-pandemia), recuperando-se 4,7% ao mês nos últimos quatro meses.

A Saneago (Saneamento de Goiás) aprovou nesta terça (7) o planejamento estratégico para o período de 2022 e 2026.

Os investimentos previstos para expansão de abastecimento de água (SAA) nos próximos 5 anos atinge o montante de R$ 1,51 bilhão.

Ao mesmo tempo, nos investimentos em expansão do esgotamento sanitário (SES) é previsto o valor de R$ 131,47 milhões.

 

BRF (BRFS3) divulga estimativas para estratégia empresarial denominada “Visão 2030”

 

A BRF (BRFS3) divulgou hoje (7) a estimativa para a estratégia empresarial denominada “Visão 2030”.

Segundo a empresa, foi mantida a estimativa de realização de investimentos de, aproximadamente, R$ 55 bilhões até 2030.

No período de 2021 a 2024 a estimativa é de atingimento de receita líquida de aproximadamente R$ 65 bilhões, com crescimento do Ebitda em duas vezes em relação aos últimos 12 meses findos em 30 de setembro de 2020.

Para o período de 2025 a 2027 a empresa espera crescer a receita líquida e o Ebitda em aproximadamente 2,5 vezes em relação aos últimos 12 meses findos em 30 de setembro de 2020.

Por fim, no período de 2028 a 2030 a estimativa é de atingimento de receita líquida em mais de R$ 100 bilhões e de crescimento do Ebitda em mais de 3,5 vezes em relação aos últimos 12 meses findos em 30 de setembro de 2020.