Coronavírus: Reino Unido apresenta plano para reabertura comercial

Marcelo Hailer Sanchez
Jornalista, Doutor em Ciências Sociais (PUC-SP) e Mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Pesquisador em Inanna (NIP-PUC-SP). Trabalhei nas redações do Mix Brasil, Revista Junior, Revista A Capa e Revista Fórum. Também tenho trabalhos publicados no Observatório da Imprensa e revista Caros Amigos. Sou co-autor do livro "O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente" (AnnaBlume).

Crédito: Divulgação Boris Johnson

No mundo

De acordo com último relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) há, até este momento, mais de 3,6 milhões de casos confirmados de coronavírus e mais de 255 mil mortes.

Brasil

Último relatório do Ministério da Saúde informa que, até este momento, o Brasil possui 114.715 casos confirmados e 7.921 mortes.

Reino Unido elabora plano em três etapas para reabertura comercial e de combate ao coronavírus

O Reino Unido elaborou um plano em três etapas para facilitar o bloqueio do coronavírus e dar início à reabertura comercial da região, informa o The Times.

De acordo com informações dos jornais, a primeira fase envolverá a reabertura de pequenas lojas ao lado de locais de trabalho externos e a segunda envolverá a reabertura de grandes shopping centers. Bares, restaurantes, hotéis e centros de lazer serão os últimos a abrir.

Em comunicado, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, declarou que, até 7 de maio (quinta-feira) uma estratégia definida deve ser apresentada e que, o objetivo de seu governo é dar início ao plano no próximo domingo (10).

Casos de coronavírus na Alemanha voltam a subir

Os casos de coronavírus na Alemanha voltaram a subir. Nas últimas 24 horas o país registrou 947 novos casos e ultrapassou a marca de 164 mil casos confirmados, segundo dados divulgados pelo Instituo Robert Koch.

O número de vítimas fatais também subiu, com 165 novas vítimas, o número total de mortos subiu para 6.996.

Coronavírus em Cingapura: “Ainda é a primeira metade da maratona”

Em coletiva à imprensa, o ministro do Desenvolvimento Nacional de Cingapura, Lawrence Wong, declarou que “ainda é a primeira metade da maratona” ao tratar, especificamente, do combate ao coronavírus.

Wong enfatizou que o país está realizando o máximo de testes possíveis entre os trabalhadores que vivem em dormitórios, pois, o principal foco de coronavírus está entre esses trabalhadores que migram com constância de uma região para outra.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento, as inspeções realizadas pelos órgãos sanitários do governo constataram que os dormitórios onde os trabalhadores migrantes vivem “carecem” de higiene.